ESTAGIÁRIOS DA PREFEITURA DE TATUÍ PARTICIPAM DE PALESTRA DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O COMBATE AO SUICÍDIO

Evento teve como público-alvo os estagiários da Prefeitura de Tatuí.

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Direitos Humanos, Família e Cidadania, realizou, na manhã desta terça-feira (20/09), no Paço Municipal “Prefeita Maria José Gonzaga”, uma palestra de conscientização sobre a importância do combate ao suicídio. O evento faz parte da Campanha “Setembro Amarelo”, promovida nacionalmente pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). 

O ato teve como público-alvo os estagiários da Prefeitura, que foram recepcionados com um delicioso café da manhã, antes de serem orientados sobre as questões que envolvem o suicídio, tais como os sinais prévios, as formas de combate e os meios de ajuda. Além disso, participaram de uma dinâmica de promoção do amor-próprio – conduzida pela coordenadora de Direitos Humanos, Josemeire Leme Alegre – e receberam uma explanação de como o termo “Setembro Amarelo” surgiu. 

Em sua fala, o diretor da Secretaria de Direitos Humanos, Família e Cidadania, Wilian Alexandre Nunes da Silva, destacou a importância de ouvir e não julgar as pessoas que sentem gatilhos suicidas e que as mesmas devem ser incentivadas a pedirem ajuda quando enfrentarem tal situação. Os estagiários também foram orientados sobre como reconhecer os sinais vindos das pessoas que podem chegar a cometer tal ato, como frases e mudanças comportamentais. 

Por fim, a equipe organizadora apresentou os fatores de risco sobre a problemática, além de mitos e verdades, para que os estagiários sejam conscientes sobre a questão quando se depararem, de alguma forma, com a situação. 

“Esse primeiro encontro é um ponto inicial para realizarmos mais ações como essas entre os estagiários, com a proposta de transmitir o autocuidado e estimular os mesmos a procurarem ajuda quando precisarem, assim como é feito nas escolas, com o Projeto Girassol”, destacou a secretária da Pasta, Elaine Leite de Camargo Miranda. 

Combate ao suicídio – Embora os números de suicídio estejam caindo em todo o mundo, na América Latina acontece o inverso. No Brasil, são registrados, aproximadamente, 14 mil casos por ano, o que corresponde a cerca de 38 suicídios por dia, o que é um número muito alarmante – sem contar os casos de subnotificação. 

Em virtude disso, são necessárias as ações de combate e orientação ao suicídio, por meio de diversas táticas, como a de disseminar conteúdos de orientação para toda a população, com o intuito de diminuir esses números.  

Em Tatuí, as pessoas podem procurar atendimento no CAPS-AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas), situado na Rua Benedito Pereira Machado, nº 450, Vila Paulina, telefone (15) 3251-4370; no CAPS-II, situado na Avenida Zilah de Aquino, nº 1310, Bairro Valinho, telefone (15) 3205-1135; com os psicólogos da Unidade de Saúde mais próxima de sua residência; e, em caso de emergência, na Unidade de Pronto Atendimento de Tatuí – UPA 24 horas, situada na Rua Quim Quevedo, nº 56, Jardim Junqueira, telefone (15) 3305-1032.  

Além disso, existem os atendimentos por meio do Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo telefone 188 ou pelo chat, no site cvv.org.br. 

Compartilhe:

Skip to content