CONFIRA AS OCORRÊNCIAS ATENDIDAS PELA GCM DE TATUÍ NO ÚLTIMO DIA 5

A Guarda Civil Municipal de Tatuí (GCM) atendeu a uma série de ocorrências ao longo da última terça-feira (05/11). Foram quatro no total, sendo uma no Jardim Perdizes, uma no Centro, uma na Vila Dr. Laurindo e outra na zona rural da cidade.

A primeira delas ocorreu na Vila Dr. Laurindo. A GCM foi acionada para recuperar uma betoneira que teria sido furtada e guardada na garagem de uma residência. Os guardas municipais recuperaram a betoneira e a devolveram ao proprietário. Dois suspeitos de cometerem o crime foram levados para a delegacia.

A outra ocorrência aconteceu na Estrada Municipal Água Branca, na Chácara Santa Edwiges. Os GCM’s receberam a informação de que uma motocicleta havia sido furtada, e que o acusado teria fugido com o veículo sentido Capela do Alto. A equipe fez buscas pela região e logo encontrou a motocicleta e o suspeito, que confessou o crime e foi levado para a delegacia.

Já no Jardim Perdizes, guardas municipais foram informados que pessoas vindas da cidade de Boituva estariam comercializando entorpecentes em um barraco próximo a uma igreja em construção. No local, os GCM’s prenderam um jovem de 20 anos de idade, que afirmou residir no bairro Novo Mundo, em Boituva. Ele estava foragido da Justiça e foi levado para a delegacia, bem como as drogas e dinheiro encontrados no barraco.

E durante um patrulhamento pela rua XI de Agosto, no Centro da cidade, GCM’s viram um homem empurrando uma motocicleta, sem capacete, que ao notar a presença da viatura, teria abandonado o veículo e fugido a pé. Ele tentou despistar os guardas municipais, mas foi encontrado em casa. O jovem, de 23 anos de idade, não confessou o crime, mas as roupas que ele utilizava anteriormente foram encontradas na residência, e os GCM’s foram informados por policiais militares que a motocicleta em questão havia sido furtada momentos antes, nas imediações da Praça Santa Cruz. O rapaz foi levado para a delegacia e permaneceu à disposição da Justiça.

GCM DE TATUÍ PRENDE IRMÃOS ACUSADOS DE ASSALTAREM FARMÁCIA NA RUA XI DE AGOSTO

A Guarda Civil Municipal de Tatuí (GCM) prendeu, na madrugada da última quinta-feira (17/10), dois jovens suspeitos de roubarem uma farmácia, na rua XI de Agosto, no Centro da cidade. Segundo a GCM, a dupla teria ameaçado os funcionários do estabelecimento, simulando estarem armados, e fugido em seguida, levando R$ 264,00.

Após verificarem as imagens do circuito de segurança, guardas municipais realizaram um patrulhamento para encontrar os suspeitos. Ambos foram encontrados na rua Chiquinha Rodrigues, situada na Vila Dr. Laurindo, próximo à Estação Ferroviária.

Ainda de acordo com a GCM, um dos jovens tem 20 anos de idade, e com ele foram encontrados R$ 70,00.  Já o outro jovem tem 19 anos de idade, e nada de ilícito foi encontrado com ele.

Questionado sobre a origem do dinheiro, o jovem de 20 anos de idade teria confessado ter participação no roubo à farmácia, e que um amigo, morador de rua, o teria ajudado a cometer o crime. Aos GCM’s, ele também afirmou que seu irmão, o jovem de 19 anos de idade, não havia participado do roubo, e mostrou aonde havia escondido a blusa que usou durante o assalto.

Em seguida, a equipe se deslocou até a Praça Ayrton Senna, para localizar o suposto morador de rua, descrito pelo jovem, porém, ninguém com tais características foi encontrado no local.

Os guardas municipais entraram em contato com os funcionários da farmácia e todos foram para o Pronto Socorro Municipal, para realizar exames de rotina. Logo após, a equipe se deslocou até a Central de Flagrantes e entrou em contato com a mãe dos suspeitos, que teria informado aos guardas que o jovem de 19 anos de idade também estaria participando de roubos com o irmão mais velho.

Novamente questionado pelos GCM’s, o jovem de 20 anos de idade confessou que seu irmão mais novo era quem o havia ajudado a roubar a farmácia, desmentindo a história que havia contado, sobre o suposto morador de rua.

Uma outra viatura da GCM foi chamada para dar apoio à ocorrência e as equipes se deslocaram até a casa dos suspeitos. Ao chegarem no local, encontraram o jovem de 19 anos de idade, que foi levado até o Pronto Socorro Municipal e depois encaminhado para a Central de Flagrantes.

As vítimas reconheceram os suspeitos como os autores do roubo, e então foi elaborado um Boletim de Ocorrência pelo crime de roubo qualificado. Os dois irmãos permaneceram à disposição da Justiça.

GUARDAS MUNICIPAIS APREENDEM DOIS ADOLESCENTES ACUSADOS DE ROUBAREM UMA PADARIA, NO BAIRRO VIDA NOVA TATUÍ

A Guarda Civil Municipal de Tatuí (GCM) apreendeu, na noite da última quinta-feira (04/10), no bairro Vida Nova, dois adolescentes suspeitos de terem roubado uma padaria, no referido bairro. A ocorrência contou, ainda, com o apoio da Polícia Militar de Tatuí, que auxiliou as equipes da GCM nas apreensões.

Segundo a GCM, a equipe foi até o local após uma denúncia de que os suspeitos teriam se escondido em uma casa, na Rua 10. Ao chegarem no local, os GCM’s viram, através da janela, um rapaz que, ao notar a presença dos guardas municipais, teria corrido para os fundos da casa.

Já dentro da residência, a equipe abordou um outro rapaz, que informou que seu primo é quem havia fugido. Após buscas pela casa, os guardas não encontraram nada de ilícito, e o rapaz que teria fugido também não foi encontrado.

Ainda de acordo com a GCM, a mãe do rapaz, que também estava na residência, disse para que ele contasse a verdade, o que fez com que ele se exaltasse, precisando ser algemado e levado até a delegacia.

Depois, os guardas municipais foram informados, pela mãe do rapaz, que seu sobrinho havia chegado em casa. Uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), que estava em apoio, se deslocou até o local e abordou o rapaz. Questionado, ele negou ter participado do roubo e disse que fugiu porque havia ficado com medo.

Ele também disse aos GCM’s que o roubo à padaria teria sido cometido por outros dois rapazes, e acompanhou a equipe até a residência dos acusados. Os guardas municipais abordaram os outros dois rapazes, que teriam confessado haver participado do roubo e informado que as roupas utilizadas durante o delito estavam escondidas no quintal da casa.

A dupla foi levada até a delegacia, onde foi elaborado um Boletim de Ocorrência de ato infracional/roubo, e permaneceram à disposição da Justiça. Já os dois primos, prestaram depoimento e foram liberados.