TATUIANOS ESTÃO ENTRE OS VENCEDORES DA 2ª ETAPA DO CIRCUITO INTERIOR PAULISTA DE JOGOS DE DAMAS

No último domingo (13/10), no Centro Cultural de Tatuí, aconteceu a 2ª etapa do Circuito Interior Paulista de Jogos de Damas, válido pela Federação Paulista de Damas e Confederação Brasileira de Damas, com apoio da Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude.

Mais de 60 competidores, de mais de 10 municípios do estado de São Paulo, marcaram presença no evento. Também estiveram presentes no Circuito os mestres internacionais Mateus Brito, de São Bernardo do Campo, e Mário Ramos, de Araçatuba; o presidente da Federação Paulista de Damas, Roberto Telles de Souza; o secretário municipal de Esporte, Cassiano Sinisgalli; o diretor municipal de Esporte, Douglas Dalmatti; e três jovens de Araçatuba, que representarão o Brasil no Mundial para Menores, que será realizado na Turquia, neste mês de outubro. Os árbitros da Federação Paulista de Jogos de Damas Claudio Yamaya e Leandro Bruno Felício também participaram do evento.

A 2ª etapa do Circuito valia ranking nacional para possíveis programas do Governo Federal, entre eles o Bolsa Atleta. O evento foi idealizado e organizado por Lúcio Rodrigues Júnior, atual técnico da equipe de Damas de Tatuí, que recebeu medalha de prata nos Jogos Regionais, em Sorocaba, e representará a cidade nos Jogos Abertos de Marília, que ocorrerão em novembro.

As inscrições para o Circuito ocorreram mediante doação de 1 kg de alimento não-perecível. Ao todo, cerca de 80 kg de alimentos foram arrecadados, e serão doados ao Recanto do Bom Velhinho.

Vencedores por categoria – Categoria Livre Masculino: 1º – Mário Ramos Sobrinho, de Araçatuba; 2º – Mateus Brito de Carvalho, de São Bernardo do Campo; 3º – Adriano da Silva Pereira, de Tatuí; 4º – Luciano Aparecido de Oliveira, de Campo Limpo Paulista; 5º – Rodrigo Aparecido Baptista Ferraz, de Tatuí; e 6º – Wellington Silva Lima, de São Bernardo do Campo.

Categoria Acima de 60 Anos Masculino: 1º – Antônio Batista Ferraz, de Limeira; 2º – Alavacir Augusto Ferreira, de Tatuí; 3º – Maurício Engholm Júnior, de Jundiaí; 4º – Osvaldo Aloia, de Praia Grande; 5º – Oseas Pedro de Mello, de Sorocaba; 6º – José Roberto Rodrigues, de Sorocaba; e 7º – José Gabriel de Souza, de Limeira.

Categoria Sub 20 Masculino: 1º – Ederson Augusto Garcia Croti, de Jundiaí; 2º – Vitor Galbiatti Bisco, de Birigui; 3º – Vinícius Moura Albuquerque, de São Bernardo do Campo; 4° – Eduardo Falcão Cardoso Rodrigues, de Araçatuba; 5º – Marcos Eduardo Aleixo Souza, de Jundiaí; e 6º – Adrian Oliveira Silva, de Jundiaí.

Categoria Sub 13 Masculino: 1º – Heitor da Silva Bradella, de Araçatuba; 2º – Breno Henrique da Silva Barbosa, de Araçatuba; 3º – Mateus Picolini Souza, de Araçatuba; 4º – Victor Miguel Cardoso de Lima, de Jundiaí; 5º – Lincoln Ramos Ishibashi, de Araçatuba; e 6º – Lincon Sousa Silva, de Jundiaí.

Categoria Livre Feminino: 1ª – Ivanilda Mina Alves Garcia, de Tatuí; e 2ª – Michele Machado de Oliveira, Tatuí.

Categoria Acima de 60 Anos Feminino: 1ª – Santina Canavesi, de Sorocaba; 2ª – Fátima Aparecida Heberaldo, de Praia Grande; 3ª – Alice Pereira Rosa, de Praia Grande; 4ª – Maria Roseli Simões, de Tatuí; e 5ª – Maria Candida Rajanuski, de Praia Grande.

Categoria Sub 13 Feminino: 1ª – Gabriella Silva Massarin, de Araçatuba; 2ª – Beatriz Pereira Barbosa, de Jundiaí; 3ª – Isabelly Cristina Carneiro da Costa, de Jundiaí; 4ª – Susan Garcia de Lima, de Jundiaí; 5ª – Ana Laura Stringheta da Silva, de Araçatuba; e 6ª – Larissa Vitória Terra, de Jundiaí.

Categoria Sub 20 Feminino: 1ª – Maria Vitória Berte Vicente, de Araçatuba; 2ª – Karen Santana Leme, de Jundiaí; 3ª – Lorrany Steffany Delconte Viera, de Jundiaí; e 4ª – Vitória Fanetta Valotto, de Jundiaí.

Sobre o Circuito Interior Paulista de Jogos de Damas – A ideia de criar o Circuito Interior de Damas surgiu em 2015, durante o Campeonato Brasileiro, quando Lúcio Rodrigues Júnior e Lélio Sarcedo, árbitro e presidente da Confederação Brasileira de Damas, respectivamente, identificaram a necessidade de fomentar a modalidade no estado de São Paulo. O objetivo era de encontrar novos talentos na modalidade e ampliar a participação do país em Mundiais, que acontecem na Rússia e demais países do Velho Continente.

Em 2016, o Circuito saiu do papel e se tornou realidade, dando oportunidade para que damistas, de todos os níveis técnicos se enfrentassem, ganhassem experiência e elevassem seus rating na Confederação, servindo também de preparação para os jogos Regionais e Abertos.