MUSEU “PAULO SETÚBAL” E PONTO MIS PROMOVEM OFICINA “FILME PINTADO”, PARA CRIANÇAS A PARTIR DE 8 ANOS DE IDADE

Tempo de leitura: 2 minutos Oficina terá 20 vagas, com inscrições gratuitas, para crianças a partir de 8 anos de idade, com Kaká, que é filme-designer, educador e programador.

No dia 29/05, quarta-feira, o Museu Histórico “Paulo Setúbal”, equipamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, realizará, em parceria com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo, por meio do Ponto MIS, a Oficina “Filme Pintado”, ministrada por Kaká.

A Oficina terá 20 vagas, com inscrições gratuitas, para crianças a partir de 8 anos de idade, e acontecerá entre as 14h e as 18h, no auditório do Museu Histórico “Paulo Setúbal”. Os participantes realizarão um filme analógico abstrato, a partir de desenhos, pinturas, cortes e perfurações em uma película de filme de 8mm, e que, em seguida, será projetado e sonorizado pelos próprios participantes.

As inscrições devem ser feitas pelos pais, ou por algum responsável pela criança, a partir desta quarta-feira (22/05), das 10h às 16h, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, que está localizado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4969. Se preferir, mande um e-mail para: museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Sobre o oficineiro – Kaká é filme-designer, educador e programador. Seus filmes, videoinstalações e textos foram expostos em festivais, museus e galerias como: Pantalla Global CCCB-Barcelona; Museo San Telmo – San Sebastián – Espanha; EAC (Espacio de Arte Contemporaneo), Montevideo-Uruguai; 13º Bienal de Artes Mediales, (Temblor) Chile; Berwick Film & Media Festival, Reino Unido; Revista ArtContexto, Brasil; 19º Fest Curtas BH, Brasil; CantorGallery, Massachusetts, USA; VisArts – Frame & Frequency 3 – Rockville, USA; CCEG – Centro Cultural España-Guatemala; La Darsena – Argentina; Sala Nordeste – MinC, Recife; Museu da Imagem e do Som (MIS), São Paulo; Dobra Festival Internacional do Cinema Experimental, Cinemateca MAM, Rio de Janeiro; entre outros.

Coordenou o projeto “Fazer o Mundo Fazendo Vídeo” (2014-2016), patrocinado pela Petrobrás, e a ação formativa SSS – Irmã Menor do Sul (prêmio Public Air Space). Como educador ministrou cursos junto aos Guarani Mbyas (Ventana a la BioDiversidad/Ibercultura Viva); Filmagem e Revelação em Super 8mm na Casa Ranzini; Cinema Experimental e a Produção do Espaço no IAB-São Paulo, além da Oficina “Filme Pintado” em programas educativos e em festivais.

Imprimir esta postagem Imprimir esta postagem
Traduzir :