Prefeitura de Tatuí
  1. Home
  2. »
  3. Esporte, Cultura, Turismo e Lazer
  4. »
  5. TRADICIONAL CORPORAÇÃO MUSICAL “SANTA CRUZ” RETORNA À CENA TATUIANA NESTE SÁBADO (26/8), NO PROJETO “MÚSICA…

TRADICIONAL CORPORAÇÃO MUSICAL “SANTA CRUZ” RETORNA À CENA TATUIANA NESTE SÁBADO (26/8), NO PROJETO “MÚSICA NA PRAÇA”

Publicado em:

Com mais de 130 anos de tradição, a Banda está voltando com fôlego renovado, nova direção e projetos sociais para a cidade.

Neste sábado (26/8), às 11h, na Praça da Matriz, o Projeto “Música na Praça” terá a reestreia da Corporação Musical “Santa Cruz”, regida por Sérgio Gonçalves de Oliveira (Lagartixa). A ação cultural da Prefeitura de Tatuí integra o calendário festivo dos 197 anos do município.

Com mais de 130 anos de tradição, a Corporação Musical “Santa Cruz” está voltando com fôlego renovado, nova direção e projetos sociais para a cidade, com apoio da Prefeitura. No mesmo dia do “Música na Praça”, o grupo apresentará sua nova diretoria e fará a entrega do Certificado de Presidente de Honra ao prefeito de Tatuí, Miguel Lopes Cardoso Júnior; essa honraria faz parte do estatuto da Corporação desde 1964.

Para o público presente na Praça, a Corporação levará um repertório que faz jus as bandas de coreto, com famosas canções, entre elas: “As Pastorinhas” (Noel Rosa e João de Barro); “Estão voltando as flores” (Paulo Soledade); “Hortênsia” (Bimbo Azevedo); José Coelho de Almeida – Dobrado (Marcelo Afonso); Tributo a Elton John; Imagine (John Lennon); The Stars and Stripes Forever (John Philip Sousa); Cisne Branco – Canção da Marinha (Benedito Xavier de Macedo); Canção do Expedicionário (Spartaco Rossi); Barão do Rio Branco (Francisco Braga);  Dois Corações (Pedro Salgado); The best of Elton John (arranjo Paulo Rezende); Não deixe o samba morrer (Edson Conceição e Aloísio Silva); Trompete de Espanha (Gilberto Gagliardi); e Sequência de Bossa Nova n° 2 (arranjo de Manoel Ferreira Lima).

SOBRE A CORPORAÇÃO MUSICAL

Fundada em 28 de maio de 1887 por Francisco Paschoal Bailão, Antônio de Godoy Moreira, Deolindo José Rocha e Alexandre José Machado, a Banda foi um exemplo de integração cultural e atividades artísticas musicais com o desenvolvimento da cidade de Tatuí. Entre os seus integrantes, haviam muitos descendentes de escravos.

A Corporação sempre esteve presente nas mais diversas festividades cívicas e religiosas da cidade (leilões, inaugurações de estradas, posses de prefeitos, visitas de autoridades e outras) e representou Tatuí em vários eventos por todo o Estado de São Paulo e pelo Brasil.

Em grandes eventos nacionais históricos, a Corporação registrou presença, tais como: dia 13 de maio de 1888, antes mesmo de comemorar seu primeiro ano de existência, saiu pelas ruas junto com o povo para comemorar a abolição dos escravos; e dia 15 de novembro de 1889 participou das comemorações quando Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a República Brasileira.

Também esteve presente em diversos outros eventos de destaque, entre eles: Convenção Mundial de Turismo, em 1975, no Rio de Janeiro, ao lado do famoso “Cordão dos Bichos”, do mestre Benedito de Arruda Pais; 1º Concurso Estadual de Bandas do Projeto Pro-Bandas, em 1997; festividades de aniversário da cidade de Monte Azul Paulista e “Natal na Praça”, na Estação Júlio Prestes, em São Paulo, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, ambos em 1999; VIII Festival de Artes, em Itu, e “Natal Musical”, em Campos do Jordão, ambos no ano de 2001; e “Campos das Artes”, na Praça do Capivari, em Campos do Jordão, em 2002.

A Corporação Musical “Santa Cruz” passou a ser de “Utilidade Pública” pela Câmara Municipal de Tatuí, que aprovou a Lei n° 1743, de 17 de agosto de 1984.  No município, esteve presente em diversos eventos importantes, entre eles: inauguração da base da Gás Natural; inauguração da base da CCR; reinauguração do Monumento da Bíblia, na Praça da Matriz; e reinauguração do chafariz em frente à Câmara Municipal. Sem deixar de mencionar o Carnaval de rua, que sempre alegrou a população de Tatuí. Entre os anos de 2007 e 2011, representou a cidade e o Conservatório de Tatuí em mais de 100 apresentações pelo Estado de São Paulo.

Teve vários mestres de banda, entre eles: Bonifácio José da Rocha, os irmãos Januário Praxedes Campos e Genésio de Campos, o professor José Coelho de Almeida, Marcelo Aparecido Afonso (neto de Januário Praxedes Campos) e Sérgio Gonçalves de Oliveira.

Enfim, é grande a trajetória desta centenária banda tatuiana, que pode ser considerada umas das mais antigas do Brasil.

SOBRE O ATUAL MAESTRO

Sérgio Gonçalves de Oliveira, conhecido no mundo artístico como “Maestro Lagartixa”, é formado em Saxofone pelo Conservatório de Tatuí, cidade onde nasceu e lecionou na mesma instituição de 1992 a 2014.

Foi professor do Colégio Objetivo de Itapeva, do Projeto “Pró Bandas”, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, e do Festival de Música de Ourinhos, entre outros.

Como saxofonista, ao longo de sua carreira fez parte da gravação dos seguintes CDs e DVDs: Compositores Brasileiros; 1º Encontro de MPB; Big Band Prata da Casa; Pró Bandas 1998; Arranjadores; 90 anos da Weril; e DVD Bruno e Marrone Acústico. Como produtor, participou da gravação do CD Samjazz 30 anos.

Regeu e produziu a Orquestra “Aliança e Misericórida”, que acompanhou a Missa em que o Papa Bento XVI realizou no encontro com a juventude, no estádio do Pacaembu, e o show do Pe. Antônio Maria e Convidados; a Big Band Samjazz, no I Festival de Jazz de Assuncion, no Paraguai; e a Orquestra do Conservatório, no 14º Festival de MPB.

Em 1997, foi o saxofonista da Orquestra Tom Brasil, no Projeto “Brasil Musical”, na qual tocou com Altamiro Carrilho, Zimbo Trio e Hermeto Pascoal, se apresentando nas principais casas noturnas e teatros do País.

Um ano depois (1998), recebeu do maestro Antônio Carlos Neves Campos o convite para substitui-lo frente a Big Band Samjazz, onde o fez dentro do Conservatório de Tatuí até 2008. Após a morte do maestro Neves, recebeu, da família dele, a permissão para continuar usando o nome da Samjazz em eventos corporativos, bailes, entre outros.

Atualmente, Sérgio Lagartixa desenvolve o projeto “Pra Ver a Banda Tocar”, com crianças de 8 a 15 anos de idade, no município de Quadra; é maestro da Big Band Sam Jazz, da Tatuí Jazz Sinfônica, da Big Band do Lagartixa, do Quarteto do Lagartixa, da Banda Fina Sintonia (Piracicaba) e da Corporação Musical “Santa Cruz”.

Compartilhe:

Outras

Notícias

NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (19/6), COMEÇA EM TATUÍ A VACINAÇÃO CONTRA A DENGUE PARA ADOLESCENTES DE 10 A 14 ANOS DE IDADE

Para receber a vacina é preciso levar a carteira de vacinação, o cartão SUS, um documento pessoal com foto e um comprovante de endereço. É obrigatória a presença do pai e/ou responsável pelo adolescente.

SALDO REMANESCENTE DA LEI PAULO GUSTAVO GERA ABERTURA DE DOIS EDITAIS PARA OS SETORES AUDIOVISUAL E CULTURAL

As inscrições estarão abertas no período de 17 de junho a 19 de julho.

MAIS DE 100 ENFERMEIROS PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO SOBRE REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR

O treinamento foi conduzido pelo médico cardiologista do Ambulatório de Cardiologia do CEMEM, Luiz Fernando Agapto de Souza.

Comunicar erro

Encontrou algum erro em nosso site ?
Utilize os campos abaixo para informar o que encontrou e assim ajudar-nos a melhorar nossos serviços prestados através deste canal.
Obs.: Os campos com asterisco (*) são obrigatórios.

Caso necessite, visite nossa seção de Perguntas e Respostas.

Pular para o conteúdo