PROJETOS DE ALUNOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA “FUTURO CIENTISTA” SÃO AVALIADOS PELA PRIMEIRA VEZ NESTE ANO

Alunos de escolas da Rede Municipal de Ensino que participam do Programa “Futuro Cientista”, por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Tatuí e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – campus Sorocaba -, passaram pela primeira avaliação deste ano, realizada nesta quinta-feira (01/08), no auditório do Núcleo de Educação Básica Municipal “Ayrton Senna da Silva” (Nebam), acompanhada pelo diretor do Programa, Fábio de Lima Leite.

Ao todo, 32 grupos apresentaram seus projetos, sendo 9 da EMEF “Profº. Lígia Vieira de Camargo Del Fiol”, 7 do Núcleo de Educação Básica Municipal “Ayrton Senna da Silva, 9 da EMEF “Prof. Alan Alves de Araújo” e 7 da EMEF “Profº Maria Helena Machado”, somando, aproximadamente, 100 alunos, dos 6º aos 9º anos do Ensino Fundamental, com idade entre 11 e 15 anos.

Os trabalhos apresentados abrangeram diversos temas, tanto da atualidade, como por exemplo o trabalho intitulado “Crise na Venezuela”, quanto de temas históricos, como a Guerra Fria. Também foram apresentados trabalhos sobre teorias científicas, direitos humanos e de curiosidades em geral.

O diretor do Programa “Futuro Cientista”, Fábio de Lima Leite, com o objetivo de estimular os alunos, verifica o andamento dos trabalhos e propõe novos desafios para sua próxima visita, que está prevista para ocorrer a partir do mês de novembro. “O meu trabalho é elaborar o plano de vida desses alunos, e cabe a eles participar do Programa com seriedade e dedicação, porque certamente existem muitas outras crianças que gostariam de ter essa oportunidade”, enfatizou.

O ciclo da atual turma terminará em fevereiro de 2020, quando os alunos concorrerão a prêmios como medalhas, certificados de honra ao mérito e viagens a lugares condizentes com a proposta do Programa, como museus e feiras de ciência.

A supervisora do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino, pertencente à Secretaria de Educação da Prefeitura de Tatuí, Márcia Menezes, acompanhou a apresentação dos projetos e destacou a seriedade com que os alunos têm participado do Programa. “Nós estamos vendo uma grande evolução nos trabalhos apresentados pelos alunos e também temos observado uma melhora significativa no desempenho deles em sala de aula. Foi a dedicação por parte dos alunos que permitiu que Tatuí recebesse vários prêmios no ano passado, competindo com nove municípios da região”, ressaltou.

Criado em 2009, o Programa “Futuro Cientista” oferece a alunos de escolas públicas condições para ingressar em universidades, independentemente da área de interesse, por meio do estímulo à busca constante do conhecimento.