SANTA CASA FIRMA CONVÊNIO COM OPERADORA DE SAÚDE PARA PODER AUMENTAR RECEITAS

Tempo de leitura: 3 minutos Vice-presidente da Coopus, Gustavo Polli Antonio, expõe às autoridades os projetos definidos para a Santa Casa de Tatuí.

A direção da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí assinou, na sexta-feira (15/03), convênio com a operadora de saúde Coopus, cuja sede é em Campinas (SP).

A solenidade da assinatura de convênio aconteceu no Paço Municipal e estavam presentes: a prefeita Maria José Vieira de Camargo, vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva, interventora da Santa Casa, Márcia Giriboni de Souza, vice-presidente da operadora de Saúde, Gustavo Polli Antonio, pelo deputado estadual Luiz Gonzaga Vieira de Camargo e pelo vereador Antônio Marcos de Abreu, presidente da Câmara.

O evento ainda contou com os membros de empresas parceira da Coopus, funcionários da Santa Casa e da Secretaria da Saúde, vereadores, secretários e representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Tatuí e Região.

Desde 2014, a Santa Casa de Tatuí não conta com parceria de alguma operadora de saúde, o que fez reduzir em quase 50% o faturamento da entidade.

O vice-presidente da Coopus, disse que a intenção da empresa é somar esforços em busca da melhoria do atendimento de saúde na cidade e que o convênio poderá fazer com que a Santa Casa possa reequilibrar as receitas.

Ele conta que a parceria prevê investimento na infraestrutura da Santa Casa, para abrigar o Pronto Atendimento. "Temos um acordo com a instituição, no qual nós vamos alugar um espaço deles e fazer uma reforma para montar nosso ambulatório", assegurou.

O vice-presidente da operadora de saúde ainda frisou a importância de haver novos planos de saúde atendendo na cidade. Segundo ele, a concorrência faz com que melhore a qualidade dos serviços.

Conforme o representante da Coopus, o novo plano de saúde deve entrar em operação dentro de 60 dias. "Já temos contato com algumas empresas e sindicatos, onde já existe alguma estimativa de que iniciaremos com uma boa massa de beneficiados", acrescentou.

Para a prefeita Maria José, o processo de intervenção em 2017 foi o início de uma nova chance de reerguer a instituição e a parceria com a operadora de saúde irá se somar às ações já realizadas em beneficio da entidade.

Maria José enfatizou a importância de um plano de saúde atendendo na Santa Casa e relembrou alguns dos projetos aplicados na instituição com a ajuda de voluntários.

A prefeita afirmou que, quando assumiu a prefeitura, em 2017, encontrou a Santa Casa "em estado de calamidade" e, por isso, em maio do mesmo ano, a Prefeitura decidiu pela intervenção.

"Os funcionários estavam em greve, a entidade, afundada em dívidas (com fornecedores, principalmente), banco de sangue fechado, UTI quase fechando e equipamentos sucateados", declarou.

Segundo Maria José, desde então, a prefeitura tem buscado formas de ajudar a entidade a se reerguer e a "caminhar com as próprias pernas".

"Não tem sido tarefa fácil, mas pagamos os salários atrasados, reabrimos o Banco de Sangue, reativamos todos os leitos e reformamos a UTI, negociamos as dividas com fornecedores e, com o projeto Abrace a Santa Casa, reformamos 33 quartos e 111 leitos com a ajuda de voluntários", disse a prefeita.

Além disso, a prefeita anunciou novos investimentos para a unidade. "Estamos reformando um novo espaço para abrigar a Pediatria e, ainda com doações de voluntários, deveremos entregar esta nova ala nas próximas semanas", destacou a chefe do Poder Executivo.

Conforme Maria José, outra obra entregue nos próximos dias será a reforma do centro cirúrgico. A revitalização, realizada por meio de emenda do deputado federal Samuel Moreira, de R$ 600 mil, deverá ser entregue entre os meses de maio e abril.

"Estamos comprando equipamentos novos e adequados a todo o espaço. Há mais de 30 anos o centro cirúrgico usa os mesmos equipamentos, e o espaço não era reformado", assegurou.

Maria José ainda destacou que, com o apoio do Rotary Club de Tatuí, Rotary Cidade Ternura e Fundação Rotária, será finalizado o Centro de Humanização, para captação e doação de órgãos. E ainda: R$ 170 mil serão doados pelo Rotary para a compra de novos equipamentos também.

O recurso deve ser usado na aquisição de uma cama elétrica com pesagem, cortinas entre leitos, carros de emergência, máscaras full-face, desfibrilador, mesas de cabeceira, oco cirúrgico de solo móvel, elevador de transposição de leito, carros de curativos, ventilador de transporte e suportes de soro.

A parceria é com o Rotary Internacional, Argentina, Uruguai, Rotary Club de Sorocaba, São Miguel Arcanjo e Tatuí.

A prefeita ainda informou que seis deputados federais já apresentaram emendas para a área de saúde de Tatuí. "Todas elas já estão devidamente cadastradas no Ministério da Saúde. Os planos de trabalho que destinaram os recursos estão sendo apresentados pela Secretaria de Saúde".

Os recursos são dos deputados: Samuel Moreira (R$ 700 mil), Vitor Lippi (R$ 500 mil), Renata Abreu (R$ 200 mil), Herculano Passos (R$ 200 mil), Nilton Tato (R$ 200 mil) e Jeferson Campos (R$ 300 mil), em um total de R$ 2,1 milhões.

"Com estes recursos, poderemos comprar equipamentos para a UPA e reformar unidades de saúde, entre elas, a do Valinho e do Jardim Santa Rita de Cássia. A Santa Casa de Misericórdia de Tatuí está sendo reestruturada. Todo parceiro é bem-vindo. A nossa meta é tornar o hospital uma referência para Tatuí e região", assegurou a prefeita.

Imprimir esta postagem Imprimir esta postagem
Traduzir :