TERMINA NESTA QUINTA-FEIRA A EXPOSIÇÃO “TERRA DE PAULO SETÚBAL”, DO ARTISTA PLÁSTICO MINGO JACOB

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, em parceria com o Hotel Del Fio, realiza, até esta quinta-feira (15/08), a exposição “Terra de Paulo Setúbal”, do artista plástico Domingos Jacob Filho, mais conhecido como Mingo Jacob.

Parte integrante da “77º Semana Paulo Setúbal”, a exposição acontece no Hotel Del Fiol das 9h às 20h, com a finalidade de homenagear a cidade de Tatuí, que comemorou 193 anos no último domingo (11/08).

Ao todo, 10 trabalhos em óleo sobre tela, da mais recente produção do artista Mingo Jacob, integram a exposição, cuja temática é intitulada “Paisagens rurais de nossa terra, a terra de Paulo Setúbal”. Dessa maneira, as artes visuais, a música e a literatura também fazem seu tributo à “terra do chão vermelho”.

O Hotel Del Fiol está situado na Praça da Matriz, nº 26, Centro de Tatuí.

Sobre o artista – Mingo Jacob iniciou sua carreira artística no final dos anos 70, desenvolvendo trabalhos como desenhista em diversos eventos da época. Conheceu Jaime Pinheiro e principiou no ofício da Serigrafia.

Na pintura em óleo sobre tela, começou seus estudos com a professora Therezinha Pinto, que, com seus ensinamentos, o iniciou definitivamente no mudo da pintura a óleo.

Em 2008, se aperfeiçoou em Pintura Acadêmica, na Associação Paulista de Belas Artes, em São Paulo. Foi presidente da Associação Amigos do Recanto Tranquilo Atibaia (Amart) e, em 2012, realizou a exposição “Tatuí na visão do Artista”, dando visibilidade artística a diversos patrimônios históricos da cidade.

Também participou de salões, exposições coletivas e individuais, obtendo diversas premiações.

TEVE INÍCIO, NO HOTEL DEL FIOL, A EXPOSIÇÃO “TERRA DE PAULO SETÚBAL”, DO ARTISTA PLÁSTICO MINGO JACOB

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizou, na noite desta segunda-feira (05/08), em parceria com o Hotel Del Fiol, a abertura da exposição “Terra de Paulo Setúbal”, do artista plástico Domingos Jacob Filho, mais conhecido como Mingo Jacob.

Estiveram presentas na abertura da exposição o secretário de Cultura e Turismo, Cassiano Sinisgalli; o diretor executivo do Departamento de Cultura e gestor do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, Rogério Vianna; profissionais da imprensa local; a equipe e os hóspedes do Hotel Del Fiol; além de personalidades, familiares e amigos do artista plástico Mingo Jacob.

Na ocasião, a artista plástica Terezinha Pinto declamou uma poesia, dedicada ao artista Mingo Jacob, que agradeceu a presença do público e parabenizou Tatuí, pelos 193 anos, e Paulo Setúbal, pela obra “Alma Cabocla”, antecipando o tema do Concurso Paulo Setúbal 2020, que será dedicado ao centenário de publicação da obra.

A exposição, que faz parte da “77º Semana Paulo Setúbal”, permanecerá aberta ao público até o dia 15/08, sempre das 9h às 20h, com a finalidade de homenagear a cidade de Tatuí, que comemora 193 anos no próximo domingo, dia 11 de agosto. Ao todo, 10 trabalhos em óleo sobre tela, da mais recente produção do artista Mingo Jacob, integram a exposição, cuja temática é intitulada “Paisagens rurais de nossa terra, a terra de Paulo Setúbal”. Dessa maneira, as artes visuais, a música e a literatura também fazem seu tributo à “terra do chão vermelho”.

O Hotel Del Fiol está situado na Praça da Matriz, nº 26, Centro de Tatuí.

Sobre o artista – Mingo Jacob iniciou sua carreira artística no final dos anos 70, desenvolvendo trabalhos como desenhista em diversos eventos da época. Conheceu Jaime Pinheiro e iniciou no ofício da Serigrafia.

Na pintura em óleo sobre tela, iniciou seus estudos com a professora Therezinha Pinto, que, com seus ensinamentos, o iniciou definitivamente no mudo da pintura a óleo.

Em 2008, se aperfeiçoou em Pintura Acadêmica, na Associação Paulista de Belas Artes, em São Paulo. Foi presidente da Associação Amigos do Recanto Tranquilo Atibaia (Amart) e, em 2012, realizou a exposição “Tatuí na visão do Artista”, dando visibilidade artística a diversos patrimônios históricos da cidade.

Também participou de salões, exposições coletivas e individuais, obtendo diversas premiações.

EXPOSIÇÃO “CENOGRAFIA DO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ”, DE JAIME PINHEIRO, ABRE A “77ª SEMANA PAULO SETÚBAL”

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizou, nesta quinta-feira (01/08), no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, a abertura da “77º Semana Paulo Setúbal”, em parceria com o Conservatório de Tatuí e com a Abaçaí Cultura e Arte. O evento é realizado desde 1943 e neste ano acontecerá até a próxima quinta-feira (08/08), com um vasto número de atividades.

Além da abertura das festividades em comemoração ao aniversário de 193 anos de Tatuí e de 65 anos do Conservatório de Tatuí, na ocasião, também teve início a exposição “Cenografia do Conservatório de Tatuí”, sob curadoria do cenógrafo Jaime Pinheiro, que conta com a parceria do Conservatório de Tatuí e da Abaçaí Cultura e Arte e com o apoio cultural da Cooperativa de Consumo (Coop).

Estiveram presentes no evento o secretário de Cultura e Turismo, Cassiano Sinisgalli, o diretor executivo do Conservatório de Tatuí, Ary Araújo Júnior, o diretor financeiro do Conservatório de Tatuí, Luiz Carlos Vinha, o diretor do Departamento de Cultura e gestor do Museu “Paulo Setúbal”, Rogério Vianna, a coordenadora do Setor de Artes Cênicas do Conservatório de Tatuí, Fernanda Mendes, o figurinista do Conservatório de Tatuí, Carlos Alberto Agostinho, o técnico de preservação e restauração do Museu, Thony Guedes, os agentes culturais Maria Augusta Barbará e Rogério Miranda, profissionais da imprensa local, além de artistas de diversos segmentos culturais, personalidades e amigos do cenógrafo Jaime Pinheiro, que está à frente da Cenografia do Conservatório de Tatuí desde 1985.

A exposição tem como objetivo apresentar a importância do uso dos recursos cênicos e permanecerá aberta para visitação até o dia 29/09, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas no Setor de Agendamento, pelo fone (15) 3251-4969, ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Sobre o Cenógrafo Jaime Pinheiro – Graduado em Educação Artística, com habilitação em Artes Plásticas e especialização em Design, Jaime Pinheiro foi professor de Cenografia e Teatro de Animação, na Universidade de Sorocaba (Uniso), de 2008 a 2010 e em 2012.

Desde 1990, atua como cenógrafo no Conservatório de Tatuí, projetando e executando cenários para concertos, shows, festivais e teatro. Também no Conservatório de Tatuí, Jaime Pinheiro leciona o curso de Cenografia e Adereços.

Foi professor de Desenho, Técnicas de Materiais Expressivos, Fundamentos da Expressão Artística, Desenho de Observação e Cenografia, na Associação de Ensino Tatuiense, de 1996 a 2010.

Ao longo de sua carreira artística, Jaime Pinheiro participou de diversos projetos para teatros, shows musicais, espetáculos de dança, teatros de animação, e realizou diversos outros eventos para grupos artísticos como: Esparrama, Cia. Mútua, Coletivo Cê, TV Cultura, Encantoria, Balleteatro Mônica Minelli e Fred Astaire e Pindorama. Dentre seus trabalhos mais notáveis estão: Festival de Inverno de Campos do Jordão; Livro de Rua; TV Cultura; Prelúdio; Prêmio “Carlos Gomes”; “Esparrama pela Janela”; “Ser Tão Brasileiro”; e “Um Príncipe chamado Exupéry”.

Jaime Pinheiro também atuou na parte de direção, cenografia e bonecos dos espetáculos: “Pedro e o Lobo” (Teatro São Pedro – Oferenda Musical 2009) e “Cruzada de Crianças” (2009). Bonecos, cenografia, figurinos e adereços para Ingrid Koudela (Espetáculos de 2008, 2009, 2010 e 2012) e nas óperas: “Dido e Enéias”, de Henry Purcell (2009), “Orfeu no Inferno”, de Jacques Offenbach (2011), e “A Peste e o Intrigante”, de Mário Ficarelli (1985).

O cenógrafo também atua no desenvolvimento de pesquisas na área de Teatro de Animação, com trabalhos apresentados em São Paulo, Santa Catarina e Portugal. Além disso, trabalha de maneira autônoma como ilustrador de Artes Gráficas, e em projetos especiais na área de Design, como troféus, móveis, ambientes e arquitetura, como por exemplo o saguão do Conservatório de Tatuí.

Sua carreira também é marcada pela realização das instalações cenográficas do Museu Histórico de Tatuí e por ter sido coordenador do “Festival Estadual de Cururu”, promovido pelo Conservatório de Tatuí.

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “MULHERES HEROÍNAS NEGRAS”, DO NÚCLEO AFRO FEMININO DE TATUÍ, TEVE PARTICIPAÇÃO DE CORAL DE HORTOLÂNDIA

O Centro Cultural de Tatuí, equipamento de cultura da Prefeitura de Tatuí, sediou, na noite desta terça-feira (30/07), a abertura da exposição de fotos figurativas “Mulheres Heroínas Negras”, produzida pelo Núcleo Afro Feminino de Tatuí, um grupo formado por mulheres pretas, unidas para formular ações que promovam o empoderamento feminino, a identidade étnica e o respeito às diferenças.

A exposição foi apresentada por Marisa Estela Silva e Solange Pantaleão, e o evento foi desenvolvido com o intuito de encerrar o mês de Tereza de Benguela, líder nacional e das mulheres latino-americanas e caribenhas. Foram apresentadas fotos figurativas, protagonizadas por mulheres negras, que se tornaram heroínas quilombolas e escritoras, tendo vivenciado contextos que marcaram suas histórias, tornando-as reconhecidas ao longo do tempo por meio de suas distintas estratégias de resistência.

O ato de abertura contou com a presença do secretário de Cultura e Turismo, Cassiano Sinisgalli, do vereador Alexandre Bossolan, do diretor executivo do Departamento de Cultura e gestor do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, Rogério Vianna, do agente cultural Rogério Miranda, e de amigos e personalidades do Núcleo Afro Feminino de Tatuí. Também participaram do evento integrantes do Coral Sivaya, de Hortolândia, que encantou todos os presentes com seu repertório.

A exposição de fotos figurativas “Mulheres Heroínas Negras” ficará aberta ao público gratuitamente, até o dia 25 de agosto, sempre de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 19h às 21h. O Centro Cultural de Tatuí está situado na Praça Martinho Guedes, nº 12, Centro. Mais informações pelo telefone: (15) 3259-3993.

MUSEU RECEBE EXPOSIÇÃO DE CURADORIA DO CENÓGRAFO JAIME PINHEIRO, QUE COMEMORA OS 65 ANOS DO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizará, de 1º a 8 de agosto, a “77º Semana Paulo Setúbal”, em parceria com o Conservatório de Tatuí e com a Abaçaí Cultura e Arte. O evento, que é realizado desde 1943, conta com um vasto número de atividades, entre elas a exposição “Cenografia do Conservatório de Tatuí”, sob curadoria do cenógrafo Jaime Pinheiro.

A exposição iniciará juntamente com a abertura oficial do evento, nesta quinta-feira (1º de agosto), na sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, e terá como objetivo apresentar a importância do uso de tal recurso cênico. Na ocasião, haverá três atos, com a presença do cenógrafo: às 10h e às 15h, para um bate-papo com alunos da Rede Municipal de Ensino; e às 19h, com a presença de convidados e amigos.

A exposição “Cenografia do Conservatório de Tatuí” também faz parte das comemorações dos 65 anos do Conservatório de Tatuí, e permanecerá aberta para visitação até o dia 29/09, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas no Setor de Agendamento, pelo fone (15) 3251-4969, ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Sobre o cenógrafo Jaime Pinheiro – Graduado em Educação Artística, com habilitação em Artes Plásticas e Especialização em Design, Jaime Pinheiro foi professor de Cenografia e Teatro de Animação, na Universidade de Sorocaba (Uniso), de 2008 a 2010 e em 2012.

Desde 1990, atua como cenógrafo no Conservatório de Tatuí, projetando e executando cenários para concertos, shows, festivais e teatro. Também no Conservatório de Tatuí, Jaime Pinheiro leciona o curso de Cenografia e Adereços.

Foi professor de Desenho, Técnicas de Materiais Expressivos, Fundamentos da Expressão Artística, Desenho de Observação e Cenografia, na Associação de Ensino Tatuiense, de 1996 a 2010.

Ao longo de sua carreira artística, Jaime Pinheiro participou de diversos projetos para teatros, shows musicais, espetáculos de dança, teatros de animação, e realizou diversos outros eventos para grupos artísticos como: Esparrama, Cia. Mútua, Coletivo Cê, TV Cultura, Encantoria, Balleteatro Mônica Minelli e Fred Astaire e Pindorama. Dentre seus trabalhos mais notáveis estão: Festival de Inverno de Campos do Jordão; Livro de Rua; TV Cultura; Prelúdio; Prêmio “Carlos Gomes”; “Esparrama pela Janela”; “Ser Tão Brasileiro”; e “Um Príncipe chamado Exupéry”.

Jaime Pinheiro também atuou na parte de direção, cenografia e bonecos dos espetáculos: “Pedro e o Lobo” (Teatro São Pedro – Oferenda Musical 2009) e “Cruzada de Crianças” (2009). Bonecos, cenografia, figurinos e adereços para Ingrid Koudela (Espetáculos de 2008, 2009, 2010 e 2012) e nas óperas: “Dido e Enéias”, de Henry Purcell (2009), “Orfeu no Inferno”, de Jacques Offenbach (2011), e “A Peste e o Intrigante”, de Mário Ficarelli (1985).

O cenógrafo também atua no desenvolvimento de pesquisas na área de Teatro de Animação, com trabalhos apresentados em São Paulo, Santa Catarina e Portugal. Além disso, trabalha de maneira autônoma como ilustrador de Artes Gráficas, e em projetos especiais na área de Design, como troféus, móveis, ambientes e arquitetura, como por exemplo o saguão do Conservatório de Tatuí.

Sua carreira também é marcada pela realização das instalações cenográficas do Museu Histórico de Tatuí e por ter sido coordenador do “Festival Estadual de Cururu”, promovido pelo Conservatório de Tatuí.

ACONTECE NA PRÓXIMA SEGUNDA A ABERTURA OFICIAL DA EXPOSIÇÃO “TERRA DE PAULO SETÚBAL”, DO ARTISTA PLÁSTICO MINGO JACOB

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizará, na próxima segunda-feira (05/08), às 19h30, em parceria com o Hotel Del Fiol, a abertura da exposição “Terra de Paulo Setúbal”, do artista plástico Domingos Jacob Filho, mais conhecido como Mingo Jacob. O evento faz parte da “77º Semana Paulo Setúbal”.

A exposição permanecerá aberta ao público até o dia 15/08, sempre das 9h às 20h, e terá a finalidade de homenagear a cidade de Tatuí, que comemora 193 anos no próximo dia 11 de agosto. Ao todo, 10 trabalhos em óleo sobre tela, da mais recente produção do artista Mingo Jacob, integrarão a exposição, cuja temática é intitulada “Paisagens rurais de nossa terra, a terra de Paulo Setúbal”. Dessa maneira, as artes visuais, a música e a literatura também fazem seu tributo à “terra do chão vermelho”.

O Hotel Del Fiol está situado na Praça da Matriz, nº 26, Centro de Tatuí.

Sobre o Artista – Mingo Jacob iniciou sua carreira artística no final dos anos 70, desenvolvendo trabalhos como desenhista em diversos eventos da época. Conheceu Jaime Pinheiro e iniciou no ofício da Serigrafia.

Na pintura em óleo sobre tela, iniciou seus estudos com a professora Therezinha Pinto, que, com seus ensinamentos, o iniciou definitivamente no mudo da pintura a óleo.

Em 2008, se aperfeiçoou em Pintura Acadêmica, na Associação Paulista de Belas Artes, em São Paulo. Foi presidente da Associação Amigos do Recanto Tranquilo Atibaia (Amart) e, em 2012, realizou a exposição “Tatuí na visão do Artista”, dando visibilidade artística a diversos patrimônios históricos da cidade.

Também participou de salões, exposições coletivas e individuais, obtendo diversas premiações.

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “MULHERES HEROÍNAS NEGRAS” OCORRERÁ NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA, NO CENTRO CULTURAL DE TATUÍ

O Centro Cultural de Tatuí, equipamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, realizará, na próxima terça-feira (30/07), às 19h, em parceria com o Núcleo Afro Feminino de Tatuí (NAF), a abertura da exposição de fotos figurativas “Mulheres Heroínas Negras”.

A exposição, produzida pelo NAF, encerra o mês de Tereza de Benguela, líder nacional e das mulheres latino-americanas e caribenhas, e apresenta fotos figurativas, protagonizadas por mulheres negras que, com suas distintas estratégias de resistência, se tornaram heroínas quilombolas e escritoras, ao vivenciarem contextos que marcaram suas histórias, tornando-se reconhecidas ao longo do tempo. O Núcleo Afro Feminino de Tatuí é formado por mulheres pretas, unidas para formular ações que promovam o empoderamento feminino, a identidade étnica e o respeito às diferenças.

A exposição terá entrada gratuita, e permanecerá aberta ao público até o dia 25 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 19h às 21h. O Centro Cultural de Tatuí está situado na Praça Martinho Guedes, nº 12, Centro.

“1ª SEMANA MUNICIPAL DE AGRICULTURA E SUSTENTABILIDADE” DE TATUÍ CELEBRARÁ O DIA DO AGRICULTOR

A Prefeitura de Tatuí realizará, entre os dias 25/07 a 01/08, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, e com o apoio da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Tatuí (COMDERT), a 1º Semana Municipal de Agricultura e Sustentabilidade, para celebrar o Dia do Agricultor, comemorado em 28 de julho.

De 25 a 31/07, ocorrerá uma exposição gratuita no Espaço de Exposições do Centro Cultural, localizado na Praça Martinho Guedes, nº 12, Centro, aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 19h às 21h.

A exposição contará com cartazes personalizados, explicando sobre as principais culturas do campo, para mostrar ao público detalhes sobre renda, área, empregos gerados, número de propriedades no município, entre outras informações. No primeiro dia (25/07), a abertura oficial ocorrerá às 14h, mas desde às 9h, a exposição já estará aberta ao público em geral.

Já na sede do Sindicato Rural Patronal de Tatuí, que está situado na Rua XI de Agosto, nº 1.375, Centro, serão realizadas algumas palestras gratuitas, abertas ao público em geral, mas destinadas especialmente aos produtores rurais.

No dia 25/07 (quinta-feira), às 19h, o tema da palestra será “Produção Agropecuária de Tatuí”, ministrada pelo médico veterinário Wisner Santos Castilho. Também no dia 25/07, às 20h, haverá a palestra “Pecuária Intensiva de Corte”, ministrada pelo zootecnista Marcelo Ribeiro de Almeida.

No dia 26/07 (sexta-feira), haverá a palestra com o tema “Agronegócios, Desenvolvimento e Sustentabilidade” (Avicultura de Corte), ministrada pelo palestrante João Prior. E no dia 01/08 (quinta-feira), o advogado ambientalista Fábio Feldman ministrará a palestra “Sustentabilidade na Agricultura”.

Sobre a Semana Municipal de Agricultura e Sustentabilidade – A Semana do Agricultor foi instituída no município de Tatuí por meio da Lei Municipal nº 5.356, de 27 de maio de 2019, de autoria do vereador José Carlos Ventura, com o objetivo de proporcionar aos moradores da área urbana o conhecimento sobre a vida no campo.

Os produtores rurais são os responsáveis pelo cultivo e a comercialização do alimento que chega às casas dos brasileiros, e com essa lei, esses profissionais, muitas vezes desvalorizados – muitos inclusive sequer conhecem o trabalho do homem do campo -, passam a receber agora o seu devido reconhecimento.

EXPOSIÇÕES “DOUCEUR ILLUSTRÉE” E EM HOMENAGEM AO ARTISTA PLÁSTICO TATUIANO PODEM SER VISITADAS ATÉ ESTE DOMINGO

Termina neste domingo (21/07) o período de visitação da exposição fotográfica “Douceur Illustrée” (Doçura Ilustrada), de Débora Holtz, realizada no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, equipamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, em parceria com a Unimed, e com o apoio cultural da Associação dos Produtores de Doces de Tatuí (Aprodoce), e, também, da Exposição Coletiva de Artes Plásticas, realizada no Espaço de Exposições do Centro Cultural de Tatuí, em homenagem aos artistas plásticos tatuianos.

A exposição fotográfica “Douceur Illustrée” (Doçura Ilustrada) é aberta ao público das 9h às 17h. O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas no Setor de Agendamento, pelo telefone (15) 3251-4969, ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Já a Exposição Coletiva de Artes Plásticas é aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 19h às 21h. O Centro Cultural está situado na Praça Martinho Guedes, nº 12, Centro.

Sobre a Exposição Fotográfica “Douceur Illustrée” – A exposição foi idealizada com o intuito de salvaguardar a importância do título de Terra dos Doces Caseiros, atribuído a Tatuí. Os doces caseiros do município se tornaram referência por volta de 1952, quando Dona Belarmina de Campos Oliveira passou a fazê-los em sua residência, utilizando uma modesta cozinha.

Com a ideia de aproveitar as frutas mais comuns, transformando-as em gostosas sobremesas, a produção foi crescendo gradualmente, e passaram a surgir solicitação de encomendas de diversas partes de Tatuí e região. Eram encomendas para festas de batizados, casamentos e aniversários, e foi dessa maneira que, sem o uso de ingredientes químicos, aproveitando apenas as frutas de consumo popular, ficaram famosas as caixinhas de doce ABC (abóbora, batata e cidra).

O mesmo aconteceu com os “pingos doces”, que passaram a ser procurados por pessoas vindas de diversas cidades da região, e até mesmo da capital paulista e de outros estados. Dona Belarmina passou a ser conhecida como a “pioneira do doce caseiro”.

A consolidação da tradição dos doces caseiros fez com que a exposição se materializasse, visto a necessidade que a fotógrafa sentiu de registrar imagens dos doces que seriam expostos pelos doceiros participantes da Feira do Doce de Tatuí em 2017, e que foram utilizados, em sua grande parte, para a divulgação do evento.

Desde então, Débora Holtz passou a visitar os produtores de doces que iriam participar da Feira, e sabendo que o resultado de seu trabalho poderia ser melhor, a fotógrafa decidiu pesquisar e estudar sobre fotografia de alimentos, vindo a se especializar no assunto.

Posteriormente, Débora deu início ao projeto “Douceur Illustrée” (Doçura Ilustrada), que consiste em fotografias de doces, inspirando-se em fotografias de alimentos de fotógrafos europeus, principalmente franceses, cujos trabalhos fotográficos são bastante famosos e a fabricação de doces é delicada. A fotógrafa montou um estúdio para fazer composições particulares para cada doce, montando cenários com louças, talheres e flores. Com o sucesso do projeto, Débora Holtz foi convidada a realizar uma exposição de seu trabalho no Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

A fotógrafa – Débora Holtz é natural de Sorocaba, e mudou-se para Tatuí ainda criança. Apaixonada por fotografia, iniciou seus estudos na área em 2012, no Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp). Especializou-se em fotografia newborn (fotografias de recém-nascidos), experiência que lhe proporcionou ótimos resultados.

Entre 2015 a 2018, trabalhou cobrindo eventos importantes da cidade. Neste período, Débora participou de diversos workshops, entre eles o “De Comer com os Olhos”, que despertou o interesse da fotógrafa pela área gastronômica.

Atualmente, Débora Holtz segue carreira autônoma, realizando trabalhos autorais para diversos seguimentos. Suas fotografias estão disponíveis em plataformas digitais, como Instagram e Facebook.

Sobre a Exposição Coletiva de Artes Plásticas – Reunindo obras de 14 artistas tatuianos, entre desenhistas, pintores e escultores de todas as tendências, a exposição remete ao Dia do Artista Plástico, celebrado em 8 de maio. Para comemorar essa data, o Departamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, abriu um edital para uma exposição coletiva, com o objetivo de valorizar os artistas plásticos da cidade.

As personalidades das artes plásticas de Tatuí que disponibilizaram obras para essa exposição coletiva são: Ari Hoffmann, Carmelina Monteiro, Célia Marteletto, Diego Dedablio, Edson Alves, Hudson Felipe de Almeida, Maria Eugênia, Maria Godoy, Marileni Zaccarelli, Marli Fronza, Mingo Jacob, Priscila Simões, Rafael Sangrador e Teresinha de Oliveira Pinto.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA “DOUCEUR ILLUSTRÉE”, DE DÉBORA HOLTZ, TERÁ HORÁRIO ESPECIAL DURANTE OS DIAS DA “FEIRA DO DOCE”

De 6 a 9/07 (de sábado a terça-feira), período em que ocorrerá a tradicional “Feira do Doce” em Tatuí, a exposição fotográfica “Douceur Illustrée” (Doçura Ilustrada), de Débora Holtz, que está sendo realizada no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, equipamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, em parceria com a Unimed, e com o apoio cultural da Associação dos Produtores de Doces de Tatuí (Aprodoce), terá seu horário de visitação alterado.

Durante os quatro dias da “Feira do Doce”, os interessados em visitar a exposição fotográfica “Douceur Illustrée” poderão fazê-lo das 9h às 18h. Após o término da “Feira do Doce”, a exposição continuará disponível para visitação até o dia 21 de julho, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas no Setor de Agendamento, pelo telefone (15) 3251-4969, ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

A exposição – A exposição foi idealizada com o intuito de salvaguardar a importância do título de Terra dos Doces Caseiros, atribuído a Tatuí. Os doces caseiros do município se tornaram referência por volta de 1952, quando Dona Belarmina de Campos Oliveira passou a fazê-los em sua residência, utilizando uma modesta cozinha.

Com a ideia de aproveitar as frutas mais comuns, transformando-as em gostosas sobremesas, a produção foi crescendo gradualmente, e passaram a surgir solicitação de encomendas de diversas partes de Tatuí e região. Eram encomendas para festas de batizados, casamentos e aniversários, e foi dessa maneira que, sem o uso de ingredientes químicos, aproveitando apenas as frutas de consumo popular, ficaram famosas as caixinhas de doce ABC (abóbora, batata e cidra).

O mesmo aconteceu com os “pingos doces”, que passaram a ser procurados por pessoas vindas de diversas cidades da região, e até mesmo da capital paulista e de outros estados. Dona Belarmina passou a ser conhecida como a “pioneira do doce caseiro”.

A consolidação da tradição dos doces caseiros fez com que a exposição se materializasse, visto a necessidade que a fotógrafa sentiu de registrar imagens dos doces que seriam expostos pelos doceiros participantes da Feira do Doce de Tatuí em 2017, e que foram utilizados, em sua grande parte, para a divulgação do evento.

Desde então, Débora Holtz passou a visitar os produtores de doces que iriam participar da Feira, e sabendo que o resultado de seu trabalho poderia ser melhor, a fotógrafa decidiu pesquisar e estudar sobre fotografia de alimentos, vindo a se especializar no assunto.

Posteriormente, Débora deu início ao projeto “Douceur Illustrée” (Doçura Ilustrada), que consiste em fotografias de doces, inspirando-se em fotografias de alimentos de fotógrafos europeus, principalmente franceses, cujos trabalhos fotográficos são bastante famosos e a fabricação de doces é delicada. A fotógrafa montou um estúdio para fazer composições particulares para cada doce, montando cenários com louças, talheres e flores. Com o sucesso do projeto, Débora Holtz foi convidada a realizar uma exposição de seu trabalho no Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

A fotógrafa – Débora Holtz é natural de Sorocaba, e mudou-se para Tatuí ainda criança. Apaixonada por fotografia, iniciou seus estudos na área em 2012, no Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp). Especializou-se em fotografia newborn (fotografias de recém-nascidos), experiência que lhe proporcionou ótimos resultados.

Entre 2015 a 2018, trabalhou cobrindo eventos importantes da cidade. Neste período, Débora participou de diversos workshops, entre eles o “De Comer com os Olhos”, que despertou o interesse da fotógrafa pela área gastronômica.

Atualmente, Débora Holtz segue carreira autônoma, realizando trabalhos autorais para diversos seguimentos. Suas fotografias estão disponíveis em plataformas digitais, como Instagram e Facebook.