Prefeitura de Tatuí
  1. Home
  2. »
  3. Esporte, Cultura, Turismo e Lazer
  4. »
  5. EXPOSIÇÃO “AINSA”, QUE RETRATA O AMBIENTE URBANO DE TATUÍ, ENTRARÁ EM CARTAZ NO MUSEU “PAULO…

EXPOSIÇÃO “AINSA”, QUE RETRATA O AMBIENTE URBANO DE TATUÍ, ENTRARÁ EM CARTAZ NO MUSEU “PAULO SETÚBAL” NESTA TERÇA-FEIRA

Publicado em:

Diego Dedablio foi contemplado em 2020 pela Lei Aldir Blanc e realizou dois murais no Centro Cultural de Tatuí. No ano seguinte, foi classificado no 1° Festival de Arte e Cultura, do Museu “Paulo Setúbal” e também contemplado com o Prêmio Aldir Blanc – Artes Visuais.

A partir desta terça-feira (18/10), até o dia 9 de novembro, o Museu Histórico “Paulo Setúbal”, da Prefeitura de Tatuí, receberá a exposição “Ainsa”, de Diego Dedablio. A mostra poderá ser visitada de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Com trabalhos artísticos que retratam o ambiente urbano do município, por meio da percepção subjetiva do artista, para elaborar com objetividade aquilo que ele propõe, a exposição é uma forma de dialogar poeticamente com as pessoas, despertando nelas um “novo olhar” sobre o ambiente em que vivem.

Os desenhos em nanquim e pinturas foram produzidos entre os anos de 2018 e 2022 e retratam lugares comuns do cotidiano tatuiano, com um olhar harmônico, exaltando suas características positivas.

Este Projeto da exposição foi um dos habilitados no Edital de Cultural 03/2022, do “2⁰ Festival de Arte e Cultural de Tatuí”, promovido pela Prefeitura.

O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, local da exposição, está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3251-4969.

Sobre o artista – Diego Dedablio nasceu em Tatuí em 1987. Aos 11 anos de idade iniciou a produção de Histórias em Quadrinhos, escrevendo para jornais da região. No ano 2000 começou a estudar Arte Urbana – Graffiti e Pintura. A partir de então, atuou nas ruas com o intuito de fazer obras inteiramente públicas. Em 2005 realizou, no Conservatório de Tatuí, a Exposição “Sigilo”, primeira exposição de Arte Urbana na região. Um ano depois, executou o projeto expositivo na Picida Yang Culture, em Tatuí, e assinou uma série de camisetas numeradas para a loja e para a marca. No ano seguinte, participou, com outros escritores de rua, da Exposição “Circuito Fechado”, na Associação dos Artistas Plásticos de Tatuí, com recorde de público.

Aprimorou seus conhecimentos em 2008, com estudos de Cenografia e Iluminação Cênica, no Conservatório de Tatuí, e, no ano de 2010, estudou Xilogravura, Gravura em Metal e Litogravura, no Museu Lasar Segall, em São Paulo.

Em parceria com a cantora argentina Lila Ibarra, apresentou “Mãe Terra, Madre Tierra”, em Tatuí, e participou de uma instalação no Projeto “Casa de Bamba”. Foi contemplado com o 2º lugar no Mapa Cultural Paulista (Artes Plásticas), do Governo do Estado de São Paulo. Fez parte, com o Setor de Artes Cênicas do Conservatório de Tatuí, do Projeto “Conexões”, pela Cultura Inglesa, de São Paulo. Também em parceria com Lila Ibarra, participou expondo nas apresentações da cantora no Teatro Galatea, Resistência e Chaco-Argentina. Executou um mural em honra à Nação Indígena Toba, no Resistência e Chaco-Argentina, e outro mural em honra à herança da cultura negra, no Bairro Cambaquan, em Corrientes, na Argentina.

Participou de diversas outras exposições, entre elas: “8º Brasil Instrumental”, pela Cooperativa de Música em Tatuí; “Acúmulos”, na loja e galeria “Casa de Quem”, na capital paulista; “Interno & Externo“, à convite da Cultura Inglesa, de Presidente Prudente; “8° Encontro de Graffiti Art”, de Santana do Parnaíba; “O Timbre do Silêncio”, à convite da Prefeitura de Tatuí; “Saudade do Futuro”, na 99ª Semana Euclidiana, em São José do Rio Pardo; “Rasgada Coletiva”, em Sorocaba; “Festival Livre”, na USP – Universidade de São Paulo; “Infinita Finitude”, na Galeria Residência, em Bauru; e “Com Pos To”, na Verve Galeria, em São Paulo.

Venceu o Prêmio “Revista Bravo! de Ilustração”, ilustrando o conto “Um homem célebre”, de Machado de Assis. Ganhou uma bolsa de estudos, em São Paulo, da atriz global tatuiana Vera Holtz. Participou com fotografias e texto, representando o Brasil, juntamente com grandes nomes do graffiti latino, do livro “Nuevo Mundo – Latin American Street Art”, de Maxiliano Ruiz (pesquisador de Street Art). Executou um mural para o Projeto “R.U.A Reflexo on Urban Art”, em Amsterdam, na Holanda. Participou do “Vulica Festival”, realizando um mural público em Minsk, na Bielorrússia, a convite da Embaixada Brasileira de Minsk. Esteve em uma seleção de artistas dos cinco continentes, no Projeto “The Out Law Ocean Murals”, plataforma de arte e ativismo jornalístico/cultural, sediado em Washingnton, nos EUA, e, depois, no CEU das Artes de Tatuí, realizou um mural em menção ao livro “The Out Law Ocean”.

Em 2020, foi contemplado pela Lei Aldir Blanc e realizou dois murais no Centro Cultural de Tatuí. No ano seguinte, foi classificado no 1° Festival de Arte e Cultura, do Museu “Paulo Setúbal” e contemplado com o Prêmio Aldir Blanc – Artes Visuais, da Secretaria de Cultura de Tatuí.

Compartilhe:

Outras

Notícias

EVANDRO CAMARGO É A PRÓXIMA ATRAÇÃO DO “HAPPY HOUR MUSICAL”

Cantor tatuiano se apresenta no dia 28 de junho, sexta-feira, às 19h, na Praça de Alimentação Municipal.

VIOLINISTA ALESSANDRO PENEZZI É O CONVIDADO ESPECIAL DO PROJETO “RODA DE CHORO”

O evento, às 17h do dia 25 de junho, é gratuito e acontece no Foyer Mário Covas, situado no Teatro Procópio Ferreira.

NÚMERO DE CASOS DE DENGUE EM TATUÍ COMEÇA A DIMINUIR COM O FIM DO PERÍODO EPIDÊMICO, QUE TERMINOU NO MÊS DE MAIO

Clima mais frio e seco, somado as ações realizadas pela Prefeitura e pela população, atuam na diminuição dos focos do mosquito Aedes Aegypti.

Comunicar erro

Encontrou algum erro em nosso site ?
Utilize os campos abaixo para informar o que encontrou e assim ajudar-nos a melhorar nossos serviços prestados através deste canal.
Obs.: Os campos com asterisco (*) são obrigatórios.

Caso necessite, visite nossa seção de Perguntas e Respostas.

Pular para o conteúdo