“1º FÓRUM MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA” ENCERRA A SEGUNDA EDIÇÃO DA “VIRADA INCLUSIVA” EM TATUÍ

Terminou na terça-feira (03/12) a 2ª edição da “Virada Inclusiva – Participação Plena”, promovida pela Prefeitura de Tatuí, por meio do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, pertencente a Secretaria Municipal de Saúde, em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Idealizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), por meio do Memorial da Inclusão e da Abaçaí Cultura e Arte, a “Virada Inclusiva”, que foi realizada pelo segundo ano consecutivo em Tatuí, também contou com o apoio de: Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude; Museu Histórico “Paulo Setúbal”; Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires” (CEU das Artes); Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social; Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, através do Projeto AmiCão, da Guarda Civil Municipal de Tatuí (GCM); Secretaria Municipal de Educação; Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (FUSSTAT); Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”; AME (Amigos Metroviários dos Excepcionais), através do Programa Central de Libras ICom; Instituto Magnus – Cão-Guia; Apae de Tatuí; OAB-SP; Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD); EduCrescere; Núcleo de Desenvolvimento, Pesquisa e Inclusão Semear; Panuu; Iguall Moda Inclusiva; Associação dos Ostomizados de Osasco e Região (AOOR); Coloplast; Ostomia com Alegria; e Rádio Notícias FM.

O encerramento da “Virada Inclusiva” foi realizado na Apae de Tatuí, com o “1º Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e abordou o tema: “O papel da sociedade na construção das políticas públicas”.

Cerca de 200 pessoas participaram do evento, e dentre os assuntos abordados ao longo do dia estavam questões como acessibilidade, saúde, educação, assistência social e esporte. O evento também contou com a presença de autoridades e facilitadores com grande conhecimento técnico, que ficaram responsáveis pelas articulações dos eixos temáticos, entre eles: Silvana Cambiaghi (acessibilidade); Filipe Barboza (esporte); Fabiana Grechi (educação); Talita de Campos Urso (saúde) e Catia Aparecida Cardoso (assistência social).

Além do Fórum, a “Virada Inclusiva – Participação Plena”, que teve início no dia 26/12, contou com uma série de atividades culturais, esportivas e de recreação nas ruas, praças, parques, museus, centros culturais e demais espaços coletivos, públicos e privados.

No dia 26/11 (terça-feira), na Câmara Municipal de Tatuí, 15 pessoas participaram do “Painel 1”, com a palestra “O meu emprego – Trabalho inclusivo – Programa do Governo do Estado de São Paulo”, ministrada por Aracélia Costa, diretora executiva da Secretaria Estadual da Pessoa com Deficiência. E, depois, do “Painel 2”, com a palestra “Mito ou desafio? – A inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho”, ministrada pela terapeuta ocupacional e sócia-fundadora do Núcleo de Desenvolvimento, Pesquisa e Inclusão Semear, Ana Paula Camargo.

Dia 27/11 (quarta-feira), no Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires” (CEU das Artes), houve o Desfile de Moda Inclusiva Infantil, realizado pelas empresas Panuu e Iguall, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (FUSSTAT), com a presença de 130 pessoas. Também foi promovida a Exposição de Peças de Moda Inclusiva, projeto da Secretaria Estadual da Pessoa com Deficiência.

No dia 28/11 (quinta-feira), no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, aconteceu, a apresentação do Programa Central de Libras ICom, com o tema: “Mitos e verdades sobre a deficiência auditiva”, desenvolvido pela Associação Amigos Metroviários dos Excepcionais (AME), com o apoio da Escola Real Comunicação em Língua de Sinais, com a presença de 50 pessoas.

Já no dia 29/11 (sexta-feira), o evento contou com atividades coletivas, com brinquedos e brincadeiras, na Praça Ayrton Senna, situada na Vila Dr. Laurindo. As atividades consistiram em oficinas interativas, promovidas pelo Projeto “Brincar e Cantar, é Só Começar”, da Secretaria Municipal de Educação, e pela EduCrescere, com a presença de 60 crianças.

No dia 30/11 (sábado), a “Virada Inclusiva” aconteceu na Praça da Matriz, com a Exposição Fotográfica “De quem estamos falando?” e, também, cinco stands: Stand 1 – Campanha de Prevenção e Aferição de Pressão Arterial, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde; Stand 2 – Orientação sobre cuidados para pessoas ostomizadas, com realização da Coloplast do Brasil, AOOR e Ostomia com Alegria; Stand 3 – Direitos – Orientação e distribuição de material informativo, com promoção da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social e Comissão OAB; Stand 4 – Projeto Musicografia Braille, realizado pelo Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”; e Stand 5 – Campanha “Como receber pessoas com deficiência em locais públicos – Orientação ao comércio”, promovido pela EduCrescere. Também houve apresentação da Academia ao Ar Livre, da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, e do Projeto AmiCão, do Canil da Guarda Civil Municipal de Tatuí (GCM).

Já no dia 01/12 (domingo), na Avenida das Mangueiras, aconteceu uma feira colaborativa com expositores e artistas de Tatuí e região, com a participação do comércio local, abrangendo marcas, pequenos produtores, produção artesanal, cultura do interior e espaços colaborativos, uma realização da Ação Curadoria Zabumba. Além disso, a Ação Curadoria Zabumba fez a roda de conversa “Circulação social da pessoa com deficiência: ressignificação dos espaços e mudança de paradigmas da sociedade”.