EXPOSIÇÃO GRATUITA SOBRE DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA ACONTECE ATÉ 28 DE AGOSTO, NO MUSEU PAULO SETÚBAL

A Prefeitura de Tatuí – através do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Secretaria de Saúde, e da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo Lazer e Juventude -, e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Memorial da Inclusão, realizou, nesta quarta-feira (21/08), na sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, a abertura da exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência”.

A exposição faz parte das ações que compõem a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que neste ano é celebrada de 21 a 28 de agosto, e tem como objetivo propor conversas sobre a deficiência e trazer à sociedade reflexões acerca da igualdade de direitos e da inclusão.

Durante a cerimônia de abertura, crianças e pessoas com deficiência conversaram e trocaram experiências, aflorando o interesse em conhecer a necessidade do próximo, atitude que repercutirá positivamente na maneira com que se relacionam com a diversidade e a diferença.

A prefeita Maria José Vieira de Camargo abriu a solenidade, e toda a ação foi conduzida pela diretora do Departamento Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Rita de Cássia Leme Ramos. Também participaram do evento alunos da EMEF “Eugênio Santos”, integrantes do Centro de Convivência da Apae de Tatuí, representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, alunos do Educrescere, acompanhados da senhora Fabiana Grechi, e representantes da Associação das Pessoas com Deficiência de Tatuí (Apodet).

A exposição, que é gratuita e livre para todas as idades, pode ser visitada até a próxima quarta-feira (28/08), sempre de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4969. Se preferir, envie um e-mail para: museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

A exposição – Parte integrante da 9º edição da Virada Inclusiva, a exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência” retrata a Convenção com um novo olhar da sociedade sobre a pessoa com deficiência – considerando a acessibilidade um requisito fundamental para a garantia da sua plena participação em todos os setores sociais – estimulando o debate sobre o respeito às liberdades fundamentais, e o resultado do reconhecimento da luta dos movimentos civis por direitos humanos para inclusão e acessibilidade.

Os painéis interativos trazem conteúdo acessível sobre os direitos básicos dos seres humanos – moradia, justiça, trabalho, participação, saúde, equidade, educação, cultura e segurança -, a partir de jogos infantis adaptados para garantir pleno acesso a todos, para que os visitantes possam refletir acerca das conquistas e mudanças que ainda precisam ser realizadas para uma inclusão plena.

A convenção – A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, e incorporada à Constituição Brasileira em 2009, é fruto de um trabalho conjunto de representantes de movimentos sociais de mais de 100 países. O documento consiste num reflexo direto e prático da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

Acesse as informações disponíveis no site oficial do Memorial da Inclusão: http://bit.ly/2MRdhuP.