PREFEITURA DE TATUÍ PROMOVE EVENTO EM CELEBRAÇÃO AO DIA MUNDIAL CONTRA O TRABALHO INFANTIL

Tempo de leitura: 2 minutos Cerca de 30 participantes receberam panfletos de conscientização sobre a importância de se combater o trabalho infantil.

Na quarta-feira (12/06), foi realizado, no Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires” (CEU das Artes), um evento alusivo ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, com o tema: “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, promovido pelas secretarias de Trabalho e Desenvolvimento Social e de Educação da Prefeitura de Tatuí, com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O evento teve início com uma oficina do Projeto “Brincar e Cantar, é Só Começar”, realizado pelas professoras formadoras Maria Elisa Machado de Almeida e Ana Paula Cunha Miranda, que proporcionam uma reflexão a respeito das brincadeiras dos tempos de infância. A oficina remeteu a plateia às brincadeiras que, com a correria do dia a dia, foram sendo gradativamente esquecidas, e também à importância do brincar na vida das crianças. “Um adulto feliz brincou na infância”, ressaltou a professora Maria Elisa.

Logo depois, foi a vez da palestra: “Chega de Trabalho Infantil”, ministrada pela psicóloga Jéssica Magalhães, que abordou dinamicamente a importância do combate ao trabalho infantil e o papel de cada um no que tange este tema. Durante a palestra, foi realizada uma dinâmica, a qual abordou as ações quando as pessoas observam situações de trabalho infantil. Em seguida, também houve uma discussão sobre o tema, realizada por profissionais que vivenciam essas situações diariamente.

Na ocasião, estiveram presentes o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social, Alessandro Bosso; o secretário de Educação, professor Miguel Lopes Cardoso Júnior; o presidente do CMDCA, Cláudio Batista; o gestor municipal da Assistência Social, Edmar Pereira; a assistente social do Núcleo da Justiça Restaurativa, Débora Cristina Franco Nunes; a coordenadora do Programa Bolsa Família, Andresa Aparecida Rodrigues Ribeiro; além de representantes de Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) do município, entre elas Lar Donato Flores, Casa Unimed, COSC (Centro de Orientação e Serviços à Comunidade), Centro Social Arte Pela Vida; coordenadores do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) e das casas de acolhimento; assistentes sociais; psicólogos; e conselheiros do CMDCA.

Cerca de 30 pessoas participaram das atividades, e receberam panfletos de conscientização sobre a importância de se combater o trabalho infantil.

Imprimir esta postagem Imprimir esta postagem
Traduzir :