Prefeitura de Tatuí
  1. Home
  2. »
  3. Esporte, Cultura, Turismo e Lazer
  4. »
  5. “ABRE ALAS: MULHERES BRASILEIRAS NA MÚSICA” É REAPRESENTADO PELO QUARTETO ABAYOMI NO MUSEU “PAULO SETÚBAL”

“ABRE ALAS: MULHERES BRASILEIRAS NA MÚSICA” É REAPRESENTADO PELO QUARTETO ABAYOMI NO MUSEU “PAULO SETÚBAL”

Publicado em:

Após o sucesso no Projeto “Música na Praça”, no início do mês de maio, o grupo se apresenta no Museu, neste sábado, dia 25 de maio, às 16h.

Após o sucesso no Projeto “Música na Praça”, no início do mês de maio, o Quarteto Abayomi voltará a apresentar, gratuitamente, o seu show “Abre Alas: Mulheres Brasileiras na Música”. Será neste sábado (25/5), às 16h, no Museu Histórico “Paulo Setúbal” (Praça Manoel Guedes, n° 98, Centro), da Prefeitura de Tatuí.

O repertório contará com composições de Chiquinha Gonzaga e músicas imortalizadas por Carmem Miranda, Elizeth Cardoso e Ademilde Fonseca, por meio de releituras de Choros e Choros Canções, com arranjos originais para três violões, bandolim e voz. Também serão incluídas composições da violinista Badi Assad para levar uma perspectiva contemporânea ao musical, destacando seu papel como mulher, violinista e compositora.

Além de proporcionar uma experiência musical envolvente, o Quarteto Abayomi pretende iniciar uma discussão sobre o papel da mulher no universo artístico, especialmente na música, onde muitas vezes é reconhecida apenas como musa e não como criadora. Portanto, em “Abre Alas: Mulheres na Música Brasileira”, o grupo busca trazer à tona a luta das mulheres por igualdade de oportunidades e reconhecimento profissional, confrontando as barreiras impostas pela sociedade patriarcal, conscientizando sobre as questões enfrentadas por elas na sociedade e celebrando a diversidade de papéis desempenhados em diferentes esferas da vida, incluindo a música.

Ao refletir sobre temas como violência contra a mulher, padrões de gênero e empoderamento feminino, o Quarteto utiliza a música como uma poderosa ferramenta de expressão e resistência. Com isso, destaca quatro mulheres pioneiras na música brasileira – Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Elizeth Cardoso e Ademilde Fonseca -, como exemplos de excelência artística e luta por liberdade e igualdade.

O Quarteto Abayomi – contemplado pelo Edital de Cultura n° 01/2023 “Maria Ruth Luz – Seleção de Propostas de Circulação na Expressão Música” – reapresentará este musical gratuitamente no dia 15 de junho (sábado), às 16h, no Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires” – CEU das Artes (Rua Ana Rosa Monteiro, n° 475, Vila Santa Helena).

SOBRE O QUARTETO ABAYOMI

Vencedor do Mapa Cultural Paulista na categoria Música Instrumental, em 2010, o grupo é reconhecido por sua pesquisa e interpretação de músicas brasileiras folclóricas, regionais e urbanas do século XX. Com uma formação única de bandolim, três violões e voz, o Quarteto Abayomi produz arranjos exclusivos. Seu primeiro CD, “Delicado”, lançado em 2013 e contemplado pelo ProAC, recebeu elogios e pré-seleção para o 24º Prêmio da Música Brasileira. Destaca-se em concertos e festivais nacionais e internacionais, como a Semana do Violão, em São João Del Rei (MG), e o Festival Assad. Já realizou apresentações e palestras na Argentina e na Bolívia, além de ter participado de programas de TV, como o Sr. Brasil e Talentos, da Record News. Integrante do Box de DVD do Movimento Violão, o Quarteto Abayomi prepara seu segundo álbum, focado em compositoras e arranjadoras mulheres.

O grupo é composto pelos seguintes integrantes:

– Daniel Pereira, bandolinista e supervisor educacional no Projeto Guri Interior, é graduado em Violão Erudito pelo Conservatório de Tatuí, onde também cursou Violão 7 Cordas. Desenvolve arranjos para o Quarteto Abayomi e outros grupos. Desde 2012 atua como bandolinista em projetos de Choro e no Quarteto Abayomi.

– Guilherme Sparrapan, violinista formado em Regência pela USP e em Violão Erudito pelo Conservatório de Tatuí, atua como instrumentista, compositor, pesquisador, educador, regente e orquestrador. Integrante do Quarteto Abayomi e de outros projetos musicais.

– Juliana Oliveira, violonista formada pelo Conservatório de Tatuí e pela UNESP, é coordenadora de eventos musicais e integrante do Quarteto Abayomi. Participou de diversos festivais e master classes, gravou CDs e realizou apresentações internacionais. É professora de violão e diretora executiva do projeto Movimento Violão.

– Josiane Gonçalves, violonista e cantora formada pelo Conservatório de Tatuí, onde também é professora. Regente e arranjadora das orquestras infantil, infantojuvenil e juvenil de violões. Participou de apresentações e palestras internacionais. Possui pós-graduação em Metodologia do Ensino da Música e formação complementar em diversas áreas musicais.

Compartilhe:

Outras

Notícias

PREFEITURA REALIZA SETE PLANTÕES TIRA-DÚVIDAS DOS DOIS EDITAIS REFERENTES AO SALDO REMANESCENTE DA LEI PAULO GUSTAVO

As ações acontecerão nos dias 25 e 26 de junho e 2, 4, 11, 16 e 18 de julho, das 9h às 11h e das 13h às 17h, na Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão”.

PESSOA PORTADORA DE FIBROMIALGIA TEM ATENDIMENTO PRIORITÁRIO EM TATUÍ; CARTEIRA DE IDENTIFICAÇÃO PODE SER ADQUIRIDA NO CIR – CENTRO INTEGRADO DE REABILITAÇÃO

A Carteira de Identificação da Pessoa Portadora de Fibromialgia é reconhecida como documento hábil para garantir atenção integral e atendimento prioritário nos serviços públicos e privados do município de Tatuí.

NOVA APRESENTAÇÃO DE MATHEUS FRANZ QUINTETO COM O CONCERTO “NOVAS NOTAS” É REALIZADA NO MUSEU “PAULO SETÚBAL”

O último concerto será neste domingo, dia 23 de junho, às 16h.

Comunicar erro

Encontrou algum erro em nosso site ?
Utilize os campos abaixo para informar o que encontrou e assim ajudar-nos a melhorar nossos serviços prestados através deste canal.
Obs.: Os campos com asterisco (*) são obrigatórios.

Caso necessite, visite nossa seção de Perguntas e Respostas.

Pular para o conteúdo