PREFEITURA JÁ INSTALA MONITORAMENTO DE SEGURANÇA EM VINTE UNIDADES ESCOLARES

Tempo de leitura: 2 minutos Monitoramento por câmeras e outros equipamentos já é realizado na creche da Vila Angélica.

A Prefeitura de Tatuí está investindo R$ 1,5 milhão para monitorar com câmeras e outros equipamentos 65 prédios escolares. Serão mais de 800 pontos de monitoramento, cuja central já funciona – em forma de testes – na Guarda Civil Municipal. As primeiras unidades que estão recebendo os equipamentos são creches e pré-escolas, onde estão crianças de 0 a 5 anos.

Em um recente levantamento, a Secretaria da Educação já informou que 19 prédios escolares já contam com o monitoramento.

A prefeita Maria José Vieira de Camargo visitou a Creche “Mário Araújo Júnior” nesta semana e conferiu o monitoramento já em funcionamento. Nesta semana, o “kit de segurança” está sendo instalado na Creche Municipal “Chiquinha Rodrigues”, a 20º unidade a contar com o sistema.

Em 2018, 25 unidades escolares foram vítimas de roubos, nos fins de semana. Algumas delas, como no Parque São Raphael, foram 4 registros.

As primeiras unidades que receberam os kits de segurança, ainda em 2018, foram a do Parque San Raphael – EMEI Maria de Lourdes Rosa Bueno, que atende 168 crianças – e do Jardim Rosa Garcia, na EMEI Winie Sarli Fitts, que atende 130 crianças. No início deste ano, já através da aquisição dos equipamentos por licitação pública, a EMEI “Vera Fonseca Sinisgalli”, no CDHU “Orlando Lisboa de Almeida”, que atende 160 crianças.

O novo sistema é mais moderno e vantajoso economicamente – durante cerca de 18 meses, entre 2015 e 2016, na gestão passada, funcionou um sistema de monitoramento de prédios escolares contratado, na forma de aluguel dos equipamentos. O preço pago era de R$ 404 mil por mês e, ao longo de 18 meses, foram pagos R$ 7,2 milhões a uma empresa particular, que ao encerrar o contrato com o Município, fez a retirada de todo o equipamento.

Esse assunto gerou polêmica e a administração anterior foi investigada por uma CEI (Comissão Especial de Investigação), instalada na Câmara Municipal de Tatuí. Os relatórios produzidos por esta CEI foram encaminhados à época para o GAECO (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo) e ao Ministério Público Estadual.

Em 2017, já na nova gestão, foi realizada a licitação pública para a compra dos equipamentos. Foram vencedores da licitação sete empresas, com 29 itens de compra (cabos, alarmes, sensores, etc). O valor total da aquisição é de R$ 1,5 milhão com a vantagem que todo o equipamento é HD (Hight Definition) – o anterior era analógico – e será parte integrante do patrimônio público municipal.

Imprimir esta postagem Imprimir esta postagem
Traduzir :