EXPOSIÇÃO GRATUITA SOBRE DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA ACONTECE ATÉ 28 DE AGOSTO, NO MUSEU PAULO SETÚBAL

A Prefeitura de Tatuí – através do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Secretaria de Saúde, e da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo Lazer e Juventude -, e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Memorial da Inclusão, realizou, nesta quarta-feira (21/08), na sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, a abertura da exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência”.

A exposição faz parte das ações que compõem a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que neste ano é celebrada de 21 a 28 de agosto, e tem como objetivo propor conversas sobre a deficiência e trazer à sociedade reflexões acerca da igualdade de direitos e da inclusão.

Durante a cerimônia de abertura, crianças e pessoas com deficiência conversaram e trocaram experiências, aflorando o interesse em conhecer a necessidade do próximo, atitude que repercutirá positivamente na maneira com que se relacionam com a diversidade e a diferença.

A prefeita Maria José Vieira de Camargo abriu a solenidade, e toda a ação foi conduzida pela diretora do Departamento Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Rita de Cássia Leme Ramos. Também participaram do evento alunos da EMEF “Eugênio Santos”, integrantes do Centro de Convivência da Apae de Tatuí, representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, alunos do Educrescere, acompanhados da senhora Fabiana Grechi, e representantes da Associação das Pessoas com Deficiência de Tatuí (Apodet).

A exposição, que é gratuita e livre para todas as idades, pode ser visitada até a próxima quarta-feira (28/08), sempre de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4969. Se preferir, envie um e-mail para: museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

A exposição – Parte integrante da 9º edição da Virada Inclusiva, a exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência” retrata a Convenção com um novo olhar da sociedade sobre a pessoa com deficiência – considerando a acessibilidade um requisito fundamental para a garantia da sua plena participação em todos os setores sociais – estimulando o debate sobre o respeito às liberdades fundamentais, e o resultado do reconhecimento da luta dos movimentos civis por direitos humanos para inclusão e acessibilidade.

Os painéis interativos trazem conteúdo acessível sobre os direitos básicos dos seres humanos – moradia, justiça, trabalho, participação, saúde, equidade, educação, cultura e segurança -, a partir de jogos infantis adaptados para garantir pleno acesso a todos, para que os visitantes possam refletir acerca das conquistas e mudanças que ainda precisam ser realizadas para uma inclusão plena.

A convenção – A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, e incorporada à Constituição Brasileira em 2009, é fruto de um trabalho conjunto de representantes de movimentos sociais de mais de 100 países. O documento consiste num reflexo direto e prático da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

Acesse as informações disponíveis no site oficial do Memorial da Inclusão: http://bit.ly/2MRdhuP.

MUSEU SEDIARÁ EXPOSIÇÃO GRATUITA SOBRE DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, DE 21 A 28 DE AGOSTO

A Prefeitura de Tatuí – através do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Secretaria de Saúde, e da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo Lazer e Juventude -, e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Memorial da Inclusão, realizará a exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência”.

A abertura da exposição, que será gratuita e livre para todas as idades, ocorrerá no dia 21/08 (quarta-feira), às 10h, na sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, que está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Os interessados poderão visitar a exposição até o dia 28/08 (quarta-feira), sempre de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Parte integrante da 9º edição da Virada Inclusiva, a exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência” retrata a Convenção com um novo olhar da sociedade sobre a pessoa com deficiência – considerando a acessibilidade um requisito fundamental para a garantia da sua plena participação em todos os setores sociais – estimulando o debate sobre o respeito às liberdades fundamentais, e o resultado do reconhecimento da luta dos movimentos civis por direitos humanos para inclusão e acessibilidade.

Os painéis interativos trazem conteúdo acessível sobre os direitos básicos dos seres humanos – moradia, justiça, trabalho, participação, saúde, equidade, educação, cultura e segurança -, a partir de jogos infantis adaptados para garantir pleno acesso a todos, para que os visitantes possam refletir acerca das conquistas e mudanças que ainda precisam ser realizadas para uma inclusão plena.

Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4969. Se preferir, envie um e-mail para: museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Sobre a Convenção – A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, e incorporada à Constituição Brasileira em 2009, é fruto de um trabalho conjunto de representantes de movimentos sociais de mais de 100 países. O documento consiste num reflexo direto e prático da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

Acesse as informações disponíveis no site oficial do Memorial da Inclusão: http://bit.ly/2MRdhuP.

SEMANA MUNDIAL DO ALEITAMENTO MATERNO CONTOU COM ATIVIDADES DE CONSCIENTIZAÇÃO EM UNIDADES DE SAÚDE DE TATUÍ

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu, entre 5 e 16 de agosto, uma série de ações para incentivar o aleitamento materno, fazendo referência à “Semana Mundial do Aleitamento Materno”, que neste ano foi celebrada de 1º a 7 de agosto.

Para conscientizar a população, especialmente as mulheres, sobre a importância do aleitamento materno, as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e as Estratégias Saúde da Família (ESF’s) de Tatuí promoveram diversas atividades para incentivar o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida dos bebês, seguidos por amamentação continuada e complementada até os 2 anos de idade.

A programação seguiu o seguinte cronograma: de 05 a 08/08 (de segunda a quinta-feira), às 9h, palestra na UBS “Dr. Almiro dos Reis”, da Vila Dr. Laurindo; dia 06/08 (terça-feira), às 9h, palestra na UBS “Drº. Maria Eunice Del Fiol”, do bairro Valinho; dia 07/08 (quarta-feira), às 8h15, palestra na UBS “Dr. Medardo Costa Neves”, do Jardim Rosa Garcia; dia 07/08 (quarta-feira), às 13h, palestra na ESF do Jardim Santa Rita de Cássia; dia 08/08 (quinta-feira), às 13h, palestra na UBS do Jardim Gonzaga; dia 14/08 (quarta-feira), às 9h, palestra na UBS do Jardim Tóquio; e dia 16/08 (sexta-feira), às 14h, palestra na ESF da Vila Angélica.

As atividades contaram com um número significativo de participantes. Na palestra realizada na ESF do Jardim Santa Rita de Cássia, por exemplo, mais de 40 pessoas, entre gestantes, puérperas (mulheres que tiverem filhos há 45 dias ou menos), lactantes (mulheres que estão amamentando) e familiares, assistiram à palestra ministrada pelas enfermeiras Eliana, Priscila e Pauliane. Na ocasião, também houve sorteio de brindes, café da tarde e foi oferecido um procedimento de limpeza de pele às mulheres.

A Casa do Adolescente também promoveu palestras diárias sobre a importância do aleitamento materno, que aconteceram entre os dias 29/07 e 02/08 e de 05 a 09/08.

A importância do aleitamento materno – De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a amamentação é a melhor maneira de garantir os nutrientes necessários aos recém-nascidos até os seis meses de idade. Ainda segundo a OMS, após esse período, o ideal é continuar com esse hábito, mas com a adição de alimentos complementares até a criança completar dois anos ou mais.

FESTA NA PRAÇA DA MATRIZ MARCA O ENCERRAMENTO DA 1ª SEMANA DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO DE TATUÍ

Na manhã do último sábado (06/04), a Praça da Matriz foi o palco da festa de encerramento da 1º Semana da Conscientização do Autismo de Tatuí, realizada pelo grupo Supermães TEA Tatuí, com o apoio da Prefeitura de Tatuí, por meio das Secretarias de Educação, de Saúde e de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, do Conservatório de Tatuí e da Abaçaí Cultura e Arte.

A mãe, coordenadora do Grupo Supermães e neuropsicopedagoga, Sarah D’avila, abriu as comemorações falando sobre a importância da conscientização a respeito do autismo – condição neurobiológica que acomete o indivíduo em diversas áreas – e agradecendo a todos os envolvidos. “Tivemos o apoio da prefeita Maria José Vieira de Camargo, que nos recebeu para a abertura dessa Semana da Conscientização, com conversa cheia de empatia pela causa. Contamos, também, com o apoio do secretário de Educação, Miguel Lopes Cardoso Júnior; do secretário de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli; do diretor de Cultura, Rogério Vianna e dos vereadores Rodnei Rocha (Nei Loko) e Alexandre de Jesus Bossolan, autores da Lei Municipal 5.335, de 19 de março de 2019, que institui no Calendário Oficial de Eventos do Município, a Semana de Conscientização do Autismo”, destacou a coordenadora Sarah, que acrescentou, também, o envolvimento das mães, familiares, amigos, terapeutas, professores, profissionais do APAE e da Saúde, e dos pais de crianças com Paralisia Cerebral e outras síndromes.

As comemorações seguiram com o azul dos balões colorindo o céu; a presença dos cães da 2º Companhia do 22º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior); a distribuição de folhetos informativos sobre o TEA (Transtorno do Espectro Autista); e a apresentação do Coro Infantil do Conservatório de Tatuí, acompanhado pelo pianista Ricardo Fenerich, e coordenado pela professora Miriam Cândido.

A 1º Semana da Conscientização do Autismo de Tatuí começou no dia 01/04, com um encontro do Grupo Supermães com a prefeita Maria José Vieira de Camargo, os secretários municipais, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e convidados. No dia seguinte (02/04), Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o grupo distribuiu folhetos e cartazes para conscientização ao TEA nas Escolas Municipais e nas Unidades Básicas de Saúde.

“Foi um marco memorável para a nossa cidade, realizamos um sonho, que abriu as portas para mais visibilidade da causa. Muito amor envolvido, sementes foram plantadas ali, para uma sociedade com mais empatia e para que vejam a pessoa com deficiência com equidade, amor e respeito”, destacou Josiane Abrantes, mãe de autista e integrante do grupo Supermães.

1ª SEMANA DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO ACONTECE EM TATUÍ

Você sabia que 1 em cada 59 crianças tem autismo? Com o intuito de divulgar essa causa, identificando, entendendo e apoiando, o grupo Supermães TEA Tatuí, com o apoio da Prefeitura de Tatuí, por meio das Secretarias de Educação, de Saúde e de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, do Conservatório de Tatuí e da Abaçaí Cultura e Arte, promoverá a 1º Semana da Conscientização do Autismo de Tatuí.

A abertura oficial aconteceu na segunda-feira (01/04), às 16h no Paço Municipal, com um encontro do Grupo Supermães com a prefeita Maria José Vieira de Camargo, os secretários municipais, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e convidados.

No Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado nesta terça-feira (02/04), serão distribuídos folhetos e cartazes para conscientização ao TEA (Transtorno do Espectro Autista), nas Escolas Municipais e nas Unidades Básicas de Saúde.

O encerramento das atividades será com muita festa no dia 06/04, sábado, às 9h30, na Praça da Matriz. Haverá um depoimento da mãe, coordenadora do Grupo Supermães e neuropsicopedagoga, Sarah D’avila, a apresentação do Coro Infantil do Conservatório de Tatuí, e a distribuição de folhetos informativos sobre o TEA. “O autismo é uma condição neurobiológica que acomete o indivíduo em diversas áreas. A nossa maior arma contra o preconceito é a conscientização. Conscientizar é levar as informações à população para que haja a consciência e as ações necessárias para a melhoria de vida desse indivíduo e de sua família. Nesta Semana de Conscientização, vista-se de azul e junte-se a nós, ajudando a espalhar o amor e o respeito a uma causa tão linda, o autismo”, destacou a coordenadora Sarah.

A Semana Municipal de Conscientização do Autismo passará a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Município, de acordo com a Lei Municipal nº 5.335, de 19 de março de 2019, de autoria dos vereadores Alexandre de Jesus Bossolan e Rodnei Rocha (Nei Loko).