OBRAS NA PARTE EXTERNA DA UPA DEVEM COMEÇAR EM CERCA DE 30 DIAS

Na quarta-feira (21/08), a prefeita Maria José Vieira de Camargo e a secretária da saúde, enfermeira Tirza Luiza de Melo Meira Martins estiveram visitando a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que está em construção na Avenida Domingos Bassi, ao lado do Corpo de Bombeiros. Estavam acompanhadas pelo engenheiro Aleksander Chaves dos Santos (diretor de Convênios) e pela farmacêutica Katia de Campos Abuchaim, da equipe técnica da Secretaria da Saúde.

A obra, iniciada em agosto de 2012, ficou abandonada entre 2013 e 2017 e, após um ano de negociações com o Ministério da Saúde, foi autorizada a retomada dos serviços. Os prazos de conclusão foram ampliados, a pedido da Prefeitura de Tatuí. Agora, com 85% das obras realizadas, a administração municipal já iniciou um planejamento ocupação do espaço e do futuro atendimento de urgência e emergência, que será ali realizado. O Pronto Socorro Municipal, que atende em média 10 mil pessoas por mês, já está com seu espaço físico comprometido.

A obra da UPA está na parte final, na questão da fiação elétrica, forros e realizando o acabamento nas paredes. A partir da próxima semana já começa a pintura interna, instalação das louças sanitárias e pisos vinilicos. A administração municipal entende que mais cerca de um mês e já estará iniciando as obras na parte externa do prédio.

O investimento é de aproximadamente R$ 2 milhões e são recursos próprios do Município. Com porte aproximado de 2 mil metros quadrados, a unidade terá diversas salas e setores, assim como um espaço de atendimento diferenciado só para crianças.

“A nossa administração está superando os desafios com muito trabalho. Mesmo com a crise econômica que o Brasil ainda enfrenta, nossos esforços são grandes para melhorar a situação da saúde pública, em Tatuí. Além das obras na Santa Casa, as melhorias na Atenção Básica, o aumento da frota do SAMU e a renovação da frota no Transporte de Pacientes, agora estamos nos dedicando integralmente a concluir a UPA, que é prioridade para melhorarmos o atendimento de urgência e emergência”, destacou a prefeita Maria José.

PREFEITURA DE TATUÍ REALIZA INSPEÇÃO EM ÔNIBUS ESCOLARES DA EMPRESA BOTUTRANS

A equipe do Departamento de Transporte Público da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana da Prefeitura de Tatuí realizou, na manhã desta quinta-feira (22/08), a inspeção dos ônibus escolares da Botutrans Transporte de Passageiros Ltda. EPP, na sede da empresa, de acordo com a Portaria nº 1.310, de 1º de agosto de 2014.

A Botutrans realiza a prestação de serviços de transporte escolar com monitor para a Secretaria Municipal de Educação, e a inspeção, feita por amostragem, teve a finalidade de averiguar os seguintes itens: pintura de faixa lateral com o dístico de Escolar; equipamento registrador instantâneo inalterável de velocidade; todas as lanternas; limitadores de abertura dos vidros corrediços em no máximo dez centímetros; dispositivos próprios para a quebra ou remoção de vidros em caso de acidente; cintos de segurança em número igual à lotação; extintor de incêndio com carga de pó químico seco; vidros e travas das portas, que devem ter seu acionamento por controle central de uso exclusivo do condutor, e as portas traseiras, que devem ser equipadas com trava de segurança suplementar (trava para crianças); verificação da aposição de inscrições, anúncios, painéis decorativos e pinturas nas áreas envidraçadas, proibidas em veículos destinados à condução coletiva de escolares; e as condições dos pneus e limpadores de para-brisas.

Durante a inspeção, em apenas um micro-ônibus escolar foi constatada a falta de limitadores de abertura dos vidros corrediços, de no máximo dez centímetros. O veículo foi encaminhado para reparos e, posteriormente, passará por uma nova inspeção por parte dos agentes de trânsito, que só liberarão o micro-ônibus para o transporte escolar quando todas as exigências da lei estiverem cumpridas, garantindo assim a segurança dos alunos que fazem uso do veículo.

COMEÇA NESTA SEXTA-FEIRA O PERÍODO DE INSCRIÇÕES PARA OS CAMPEONATOS DE FUTEBOL AMADOR E VARZEANO DE TATUÍ

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, comunica que começa nesta sexta-feira (23/08) o período de inscrições para o 2º Campeonato Municipal de Futebol Amador e para o 18º Campeonato de Futebol Varzeano Municipal. Neste ano, as inscrições deverão ser feitas apenas pela internet, e uma outra novidade é que o formato do 2º Campeonato Municipal de Futebol Amador passará por uma reformulação.

O prazo de inscrição das equipes interessadas em participar de ambos os campeonatos terminará no dia 05/09 (quinta-feira), e a previsão é que as partidas tenham início no dia 15/09 (domingo). Os sorteios para o Campeonato Varzeano ocorrerão no dia (06/09) sábado, e os sorteios para o Campeonato Amador serão realizados no dia 09/09 (segunda-feira).

Links e senhas devem ser retirados pelas equipes na sede do Departamento Municipal de Esporte, que está situado na Rua Santa Cruz, nº 1.210, Centro (antigo Tiro de Guerra, próximo à Paróquia Santa Cruz). O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Na última quarta-feira (21/08), o secretário municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, realizou uma reunião com o diretor municipal de Esporte, Douglas Dalmatti, e com o gestor esportivo Diego Barros, com o objetivo de definir os últimos detalhes da organização dos campeonatos.

DOSE EXTRA DA VACINA CONTRA O SARAMPO ESTÁ DISPONÍVEL PARA CRIANÇAS DE 6 A 11 MESES DE IDADE, NAS UNIDADES DE SAÚDE DE TATUÍ

A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Saúde e da Vigilância Epidemiológica, comunica a toda a população que a partir desta quinta-feira (22/08), a vacina contra o sarampo está disponível nas Unidades de Saúde do município para crianças que tenham entre 6 e 11 meses de vida.

Essa vacina não é válida como dose de rotina, sendo disponibilizada apenas como dose extra, não descartando a dose que deve ser aplicada no período entre 12 e 15 meses de vida do bebê.

A vacinação contra o sarampo deve seguir o Calendário Nacional de Vacinação, determinado pelo Ministério da Saúde. As pessoas que já foram vacinadas, de acordo com sua faixa etária, não precisam receber uma nova dose da vacina.

Dias de vacinação – às segundas-feiras, a vacina contra o sarampo será aplicada das 8h às 16h, nas seguintes Unidades de Saúde: ESF da Vila Santa Luzia e ESF da Vila Angélica. Já na UBS do bairro dos Mirandas e na UBS do Jardim Santa Cruz, o atendimento será das 8h às 13h.

às terças-feiras, a vacinação ocorrerá das 8h às 16h, em três Unidades de Saúde: ESF do Jardim Rosa Garcia, ESF do Jardim Santa Rita de Cássia e UBS da Vila Dr. Laurindo.

às quartas-feiras, a vacina estará disponível à população das 8h às 16h, nas seguintes Unidades de Saúde: UBS Central, ESF do Jardim Tóquio e UBS do bairro Valinho. Já na UBS do Congonhal, a vacinação será disponibilizada das 8h às 13h.

às quintas-feiras, haverá vacinação em duas Unidades de Saúde, ambas com atendimento das 8h às 16h. São elas: ESF do Jardim Gonzaga e UBS da Vila Esperança.

E às sextas-feiras, também das 8h às 16h, a vacina será aplicada na UBS do São Cristóvão e na ESF do CDHU.

é essencial que cada pessoa verifique sua caderneta de vacinação e busque se informar se já se vacinou contra o sarampo. Em caso de dúvidas, a recomendação é que a pessoa procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência ou ligue para o telefone: (15) 3259-6358.

Vacinação por faixa etária – A vacina contra o sarampo é indispensável para pessoas que tenham entre 12 meses e 29 anos de idade. Durante esse período, deve haver o registro do recebimento de duas doses da vacina na caderneta de vacinação ou em algum outro comprovante.

Já para as pessoas que tenham entre 30 e 59 anos de idade, é preciso que haja, em sua caderneta de vacinação ou em algum outro comprovante, o registro de aplicação de uma dose da vacina.

Idosos acima de 60 anos de idade, podem receber a vacina contra o sarampo mediante avaliação e prescrição médica.

Não devem se vacinar – A vacina contra o sarampo não é recomendada para crianças com menos de 6 meses de vida, gestantes e pacientes imunossuprimidos (que nasceram com alguma deficiência imunológica).

NOITE DE AUTÓGRAFOS NO MUSEU “PAULO SETÚBAL” MARCA O LANÇAMENTO DO LIVRO “O ARQUEIRO DOURADO”, DE RENATO J. MELLO

O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, equipamento de Cultura da Prefeitura de Tatuí, promoveu, nesta quarta-feira (21/08), uma noite de autógrafos, com o lançamento do livro “O Arqueiro Dourado – As Crônicas dos Halos Folclóricos”, do escritor e advogado Renato J. Mello, publicado pela editora Viseu.

O evento contou com a presença do diretor do Departamento de Cultura e gestor do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, Rogério Vianna, do técnico de preservação e restauração do Museu, Thony Guedes, dos agentes culturais Maria Augusta Barbará e Rogério Miranda, além de profissionais da imprensa local, e amigos e familiares do escritor Renato J. Mello.

Na ocasião, Rogério Vianna parabenizou Renato e comentou acerca da data de lançamento do livro, que foi estabelecida por meio de uma parceria entre o Museu e o escritor, com o objetivo de valorizar o Dia do Folclore, celebrado nesta quinta-feira (22/08). Isso porque a obra literária é composta de uma narrativa que apresenta figuras folclóricas.

Já o escritor Renato J. Mello disse que a coragem de realizar o lançamento oficial de sua primeira obra surgiu devido ao estímulo da atual gestão no que diz respeito ao fomento da cultura. Em seu discurso, ele agradeceu o incentivo da prefeita Maria José Vieira de Camargo, do secretário municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, e, também, a toda equipe gestora do Museu, pelo apoio na divulgação de seu livro.

Após o pronunciamento de Renato, todas as pessoas presentes puderam apreciar a apresentação do coral “Amici Cantori”, sob a regência de Marcos Baldini. O evento foi aberto a toda a população e os interessados puderam adquirir um exemplar autografado pelo autor do livro.

Enredo – O livro, do gênero aventura e fantasia, retrata que após constantes catástrofes assolarem o planeta Terra, modificando a geografia continental, surgiram os folclores, que passaram a conviver com os humanos sobreviventes e os feiticeiros, divididos entre os do bem (magos) e os do mal (bruxos). O modo de vida era semelhante ao que um dia fora conhecido como período medieval, embora certo conhecimento tecnológico estivesse presente na sociedade em prol da sustentabilidade.

A Mãe Natureza, fenômeno que protegia o equilíbrio terrestre, criou, a partir dos folclores e sob a influência da lua, os Halos Folclóricos que, de tempos em tempos, reacendiam-se a fim de impedir ameaças iminentes ao planeta.

No segundo reacender desses halos, décadas depois de sua primeira aparição na Terra, é que Hugo Dhuí Luz, aprendiz na Liga dos Guardiões, descobre, por meio de seu mentor, Mestre Tarsila, que deverá partir para outro reino (Fartura), onde terá a missão de, a cada lua cheia, encontrar tais halos e mantê-los em segurança, até que cada ser destinado pela Mãe Natureza se apresente como seu guardião e se una a seu respectivo halo.

Em sua missão, Hugo se deparará com sacis e o temível Boitatá, além de bruxas interessadas em se apoderar dos halos. Conhecerá Lara, uma jovem inocente acusada de matar o próprio pai, e que possui um dom, relacionado aos folclores, que muito lhe será útil em sua aventura. Encontrará o Arco e Flecha de Ouro em meio a um torneio pela mão da princesa de Fartura, enquanto investigará o sumiço das Adagas de Esmeralda (ambos, Halos Folclóricos), presenciando, do reacender do halo dourado, o efeito causado sobre a lua. Terá que protegê-lo da ganância de homens e sacis, contando com a ajuda de seu fiel companheiro Renus e dos sobrinhos de Baronesa Alethéa, que o acolhe nesse desconhecido reino.

Por fim, desbravará a Floresta das Araras e o Pântano do Fogo-Fátuo, passando por uma tribo indígena, em busca do verdadeiro guardião a ser reconhecido pelo folclore que o protege, tendo o desafio de controlar sua expectativa de se tornar tal eleito, conhecido outrora como “O Arqueiro Dourado”.

Sobre o autor – Renato J. Mello é tatuiano, nascido em 1983, casado e pai de dois meninos. Formado em Direito, advogou por 7 anos e, atualmente, é servidor público. Sua infância e adolescência foram regadas pelo contato com a natureza.

Nas férias e aos fins de semana, seguia da zona urbana ao mundo rural, desfrutando de banhos em cachoeiras e trotes no lombo de cavalo. Seus dedos eram recheados de terra, devido ao plantio de árvores.

Tais experiências o inspiram em suas narrativas. A leitura sempre o acompanhou, transitando por diferentes estilos literários, incentivando-o a tal ponto em sua imaginação que a escrita se tornou uma necessidade prazerosa a fluir.

é autor da obra “O Arqueiro Dourado – As Crônicas dos Halos Folclóricos”, lançado pela editora Viseu.

EXPOSIÇÃO GRATUITA SOBRE DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA ACONTECE ATÉ 28 DE AGOSTO, NO MUSEU PAULO SETÚBAL

A Prefeitura de Tatuí – através do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Secretaria de Saúde, e da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo Lazer e Juventude -, e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Memorial da Inclusão, realizou, nesta quarta-feira (21/08), na sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, a abertura da exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência”.

A exposição faz parte das ações que compõem a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que neste ano é celebrada de 21 a 28 de agosto, e tem como objetivo propor conversas sobre a deficiência e trazer à sociedade reflexões acerca da igualdade de direitos e da inclusão.

Durante a cerimônia de abertura, crianças e pessoas com deficiência conversaram e trocaram experiências, aflorando o interesse em conhecer a necessidade do próximo, atitude que repercutirá positivamente na maneira com que se relacionam com a diversidade e a diferença.

A prefeita Maria José Vieira de Camargo abriu a solenidade, e toda a ação foi conduzida pela diretora do Departamento Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Rita de Cássia Leme Ramos. Também participaram do evento alunos da EMEF “Eugênio Santos”, integrantes do Centro de Convivência da Apae de Tatuí, representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, alunos do Educrescere, acompanhados da senhora Fabiana Grechi, e representantes da Associação das Pessoas com Deficiência de Tatuí (Apodet).

A exposição, que é gratuita e livre para todas as idades, pode ser visitada até a próxima quarta-feira (28/08), sempre de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4969. Se preferir, envie um e-mail para: museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

A exposição – Parte integrante da 9º edição da Virada Inclusiva, a exposição “Direitos Humanos Para Quê? A Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência” retrata a Convenção com um novo olhar da sociedade sobre a pessoa com deficiência – considerando a acessibilidade um requisito fundamental para a garantia da sua plena participação em todos os setores sociais – estimulando o debate sobre o respeito às liberdades fundamentais, e o resultado do reconhecimento da luta dos movimentos civis por direitos humanos para inclusão e acessibilidade.

Os painéis interativos trazem conteúdo acessível sobre os direitos básicos dos seres humanos – moradia, justiça, trabalho, participação, saúde, equidade, educação, cultura e segurança -, a partir de jogos infantis adaptados para garantir pleno acesso a todos, para que os visitantes possam refletir acerca das conquistas e mudanças que ainda precisam ser realizadas para uma inclusão plena.

A convenção – A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, e incorporada à Constituição Brasileira em 2009, é fruto de um trabalho conjunto de representantes de movimentos sociais de mais de 100 países. O documento consiste num reflexo direto e prático da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

Acesse as informações disponíveis no site oficial do Memorial da Inclusão: http://bit.ly/2MRdhuP.