DIA DA ÁGUA TEM CONSCIENTIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS NA PRAÇA DA MATRIZ

O Dia Mundial da água foi comemorado no dia 22 de março, quarta-feira, em Tatuí, das 9h às 11h, na Praça da Matriz, com diversas ações promovidas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, por meio do departamento de Meio Ambiente e do setor de Educação Ambiental. Aproximadamente 300 pessoas participaram do Tour das árvores, palestra, exposição de cartazes e receberam mudas.

No Tour das árvores, foi possível conhecer as principais características e a importância de todas as árvores da Praça da Matriz, como o formato da semente da árvore e o período do ano em que elas florescem.

A palestra sobre mata ciliar e arborização foi ministrada pelas funcionárias do setor de Educação Ambiental, Karina Sousa e Ana Carolina Eleuterio, e, para facilitar a visualização de todos quanto à problemática, foram expostas maquetes. Na árvore de madeira da Educação Ambiental estavam fotos com legendas explicativas dos mais importantes recursos hídricos do município e também do país, como o Rio Tatuí, Rio Sorocaba, Cataratas do Iguaçu e Rio Amazonas.

Os alunos dos 5º anos da escola municipal Eugênio Santos tiveram seus cartazes expostos e receberam certificados pela participação no “1º Concurso de Cartazes com o tema água”. Eles também fizeram um piquenique embaixo das figueiras centenárias da Praça da Matriz. Para os 16 alunos da escola foi um passeio ambiental informativo e agradável, uma oportunidade de conhecer a Praça com um olhar arbóreo.

Quem passou pelo local também pode receber mudas de árvores. Foram doadas 200 mudas, a maioria frutíferas e algumas para arborização de passeios públicos.

Segundo o diretor do departamento de Meio Ambiente, José Maurício Del Fiol, o evento foi muito bem aceito pela população que, em duas horas, tiraram suas dúvidas sobre Meio Ambiente e também receberam mudas prontas para o plantio.

DIA DA ÁGUA TEM CONSCIENTIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS NA PRAÇA DA MATRIZ

O Dia Mundial da água foi comemorado no dia 22 de março, quarta-feira, em Tatuí, das 9h às 11h, na Praça da Matriz, com diversas ações promovidas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, por meio do departamento de Meio Ambiente e do setor de Educação Ambiental. Aproximadamente 300 pessoas participaram do Tour das árvores, palestra, exposição de cartazes e receberam mudas.

No Tour das árvores, foi possível conhecer as principais características e a importância de todas as árvores da Praça da Matriz, como o formato da semente da árvore e o período do ano em que elas florescem.

A palestra sobre mata ciliar e arborização foi ministrada pelas funcionárias do setor de Educação Ambiental, Karina Sousa e Ana Carolina Eleuterio, e, para facilitar a visualização de todos quanto à problemática, foram expostas maquetes. Na árvore de madeira da Educação Ambiental estavam fotos com legendas explicativas dos mais importantes recursos hídricos do município e também do país, como o Rio Tatuí, Rio Sorocaba, Cataratas do Iguaçu e Rio Amazonas.

Os alunos dos 5º anos da escola municipal Eugênio Santos tiveram seus cartazes expostos e receberam certificados pela participação no “1º Concurso de Cartazes com o tema água”. Eles também fizeram um piquenique embaixo das figueiras centenárias da Praça da Matriz. Para os 16 alunos da escola foi um passeio ambiental informativo e agradável, uma oportunidade de conhecer a Praça com um olhar arbóreo.

Quem passou pelo local também pode receber mudas de árvores. Foram doadas 200 mudas, a maioria frutíferas e algumas para arborização de passeios públicos.

Segundo o diretor do departamento de Meio Ambiente, José Maurício Del Fiol, o evento foi muito bem aceito pela população que, em duas horas, tiraram suas dúvidas sobre Meio Ambiente e também receberam mudas prontas para o plantio.

DIA MUNDIAL DA ÁGUA TEM ATIVIDADES DE CONSCIENTIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS NA PRAÇA DA MATRIZ

Hoje, 22 de março, está sendo comemorado o Dia Mundial da água e, em Tatuí, desde às 9h, na Praça da Matriz, várias ações estão acontecendo. A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, por meio do departamento de Meio Ambiente e do setor de Educação Ambiental, promove, até às 11h, um concurso de cartazes, palestra, Tour das árvores e doação de mudas.
Estão expostos cartazes de alunos dos 5º anos da Escola Municipal Eugênio Santos. “Fizemos um concurso de cartazes com três temas diferentes: imagens e história de um rio que os alunos considerem o mais importante (pode ser de Tatuí, do Estado ou até do Brasil); biodiversidade aquática (imagens, nomes e importância dos animais para o ambiente aquático); e poluição dos recursos hídricos. Houve uma votação e os três melhores cartazes de cada turma estão em exibição aqui no evento”, explica a funcionária do setor de Educação Ambiental, Karina Camargo de Sousa.
Na comemoração ao Dia Mundial da água em Tatuí estão sendo doadas 200 mudas para a população em geral e haverá palestra sobre a importância da mata ciliar e da arborização urbana. Outra novidade é o Tour das árvores, onde as crianças e a população presente poderão conhecer as principais características e a importância de todas as árvores da Praça da Matriz.

TATUÍ CAMINHA PARA SER REFERÊNCIA NACIONAL NA PESQUISA DO BAMBU

Na sexta-feira (17), a prefeita Maria José Vieira de Camargo recebeu no Paço Municipal, a visita dos senhores Guilherme Korte (presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Bambu – Aprobambu), Marcelo Ticelli e Pedro Paques, da Estação Experimental local, além do secretário Célio Valdrighi (Agricultura e Meio Ambiente). Em pauta a realização de um grande evento – de nível internacional – no segundo semestre deste ano em Tatuí: a Expo Bambu 2017, com vários parceiros.

A prefeita aprovou a idéia e disse que o Poder Público será parceiro. “Com isso, atraímos desenvolvimento e geramos negócios”, destacou Maria José. Já o presidente da Aprobambu demonstrou interesse em “adotar” uma praça no município e ali construir equipamentos com o uso do bambu.

Reportagem destaca o momento do bambu – Segundo recente reportagem publicada no site da Sociedade Nacional da Agricultura, o bambu vale muito dinheiro hoje nos Estados Unidos, Europa, ásia e Brasil. A afirmação é com base na visão de Guilherme Korte, o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Bambu (Aprobambu), e mostra que as atenções estão voltadas para o potencial econômico desta cultura, tanto que a entidade, em conjunto com a Rede Brasileira do Bambu, entrou com um pedido em 2016, na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para a normatização da construção com bambu, conforme outras normas em vigor em mais de 30 países. Isto porque “a madeira da planta é resistente, inclusive, a terremotos”, segundo Korte.

“A ABNT já está com a norma em andamento”, informa Korte, acrescentando que, de olho no potencial do bambu, o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), firmou um convênio com a Aprobambu, o Instituto Interamericano de Cooperação Agrícola e o Instituto Jatobás. Ainda criou a Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento do Agronegócio do Bambu, no município de Tatuí (antiga Estação Experimental).

“No local, existe a maior coleção de bambu do Brasil, para o fomento aos micro, pequenos e médios produtores rurais de São Paulo”, informa o presidente da Aprobambu.

O Brasil possui, atualmente, 36 gêneros e 254 espécies nativas de bambu distribuídas entre a Mata Atlântica (62%), Amazônia (28%) e Cerrado (10%).

“Desde o descobrimento do Brasil, o bambu é conhecido e utilizado, copiando moldes asiáticos, africanos e centro-americanos. As primeiras indústrias de papel já utilizavam o bambu para fabricar este produto”, relata o presidente da Aprobambu.

PROJETO APRENDIZES DA SUSTENTABILIDADE COM INSCRIÇÕES ABERTAS

Estão abertas as inscrições para o Projeto Aprendizes da Sustentabilidade, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que compreenderá uma série de palestras e atividades sobre água, resíduos sólidos, biodiversidade e arborização. Os participantes que concluírem todas as atividades ganharão um passeio ao Parque Municipal Ecológico Maria Tuca, com direito a trilha ecológica, conhecimentos do local e lanche.

As vagas são limitadas e podem ser garantidas até o dia 20 de março, segunda-feira, no CEU das Artes, que fica na Rua Ana Rosa Monteiro nº 475, Vila Santa Helena. O telefone é: (15) 3259-5340.

DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE PARTICIPA DE ENCONTRO DO PROGRAMA MUNICÍPIO VERDE AZUL 2017

O novo ciclo do Programa Município Verde Azul 2017 foi apresentado na quinta-feira, dia 9 de março, durante evento realizado no Parque Estadual Carlos Botelho, em São Miguel Arcanjo. Representando Tatuí estiveram presentes Karina Camargo de Sousa, José Vicente Alamino de Moura e a Ana Carolina Eleuterio, do Departamento de Meio Ambiente, da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, e responsáveis pela interlocução do Programa em Tatuí.

O coordenador do programa estadual, José Walter Figueiredo, foi o responsável pelas orientações e esclarecimento de dúvidas relativas às 10 diretivas contempladas pelo programa Munícipio Verde Azul. O evento contou com a presença do Secretário Estadual de Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles, que explanou sobre a importância das questões ambientais no parâmetro municipal e ressaltou o quanto as informações de todos os acontecimentos ambientais no âmbito municipal devem ser repassadas ao Estado para que medidas sejam tomadas visando o melhor direcionamento de verbas.

Sobre o programa – O Programa Município Verde Azul (PMVA) tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. Assim, o principal objetivo é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo. Os municípios bem colocados no ranking têm facilidades e prioridades no recolhimento de verbas do Fundo Estadual de Controle da Poluição (FECOP).

LIONS CLUBE PROGRAMA EVENTO DE MEIO AMBIENTE E PARCERIA COM A PREFEITURA

Na sexta-feira (24), a prefeita Maria José Vieira de Camargo, recebeu no Paço Municipal, para uma reunião de trabalho, a visita dos membros daComissão de Meio Ambiente do Lions Clube local. Eles foram anunciar a prefeita a vontade de realizar um evento no mês de abril, ligado às questões ambientais e também em razão da realização da campanha “Abrace Tatuí”.

Entre os presentes à reunião, estavam Nilton Vieira Raposo (presidente da Comissão de Meio Ambiente), Josefina Berti dos Santos (presidente do clube de serviço), Luis Fernando Oliveira, HelioLoretti, Alzira Farah Loretti e José Paulo dos Santos. Todos falaram um pouco sobre o evento que está sendo programado e que também envolveria uma ONG na Vila Esperança, que assiste crianças carentes na questão esportiva.

Maria José se colocou a disposição de todos e disse que a parceria é bem vinda. A prefeita comentou sobre os resultados positivos que a campanha “Abrace Tatuí” está trazendo, com a participação de voluntários. “Se todos nós fizermos a nossa parte, a campanha continuará a ser um sucesso”, destacou a chefe do Poder Executivo.

PREFEITURA COMEÇA A CONSTRUIR FOSSAS SÉPTICAS BIODIGESTORAS

Teve início a construção de 25 fossas sépticas biodigestoras, pela Prefeitura de Tatuí, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em cinco bairros rurais do município. O convênio é com o Fehidro – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, do Governo do Estado de São Paulo.

O início das construções começou pelo bairro Santuário. Essas 25 fossas foram distribuídas estrategicamente a fim de atender vários bairros rurais da cidade. No bairro Santuário serão 10 fossas, no água Branca 4 fossas, no Guarapó 6 fossas, no Campinho 3 fossas e no Enxovia 2 fossas.

A Prefeitura de Tatuí disponibilizou toda a parte operacional, equipamentos e técnicos, para acompanhar a execução das fossas e o Fehidro fornecerá todos os materiais para construção, ficando por conta do proprietário rural somente a ligação do banheiro até a entrada da fossa.

As fossas sépticas biodigestoras enquadram-se na linha de Proteção, Conservação e Recuperação dos Recursos Hídricos Superficiais e Subterrâneos. “O objetivo é atender os proprietários rurais em relação ao tratamento de esgoto doméstico, visando uma qualidade de vida mais saudável no meio rural, evitando a contaminação dos recursos hídricos e, por consequência, reduzindo problemas sanitários para a população”, explica o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Célio José Valdrighi. Ele ressalta que, atualmente, é importantíssimo políticas de saneamento e proteção ao meio ambiente, tornando-se indispensáveis projetos sustentáveis como o das fossas sépticas biodigestoras.

TATUÍ SEDIA REUNIÃO DA FUNDAÇÃO AGÊNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SOROCABA E MÉDIO TIETÊ

A primeira reunião da Fundação Agência da Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba e Médio Tietê, aconteceu em Tatuí, no dia 8 de fevereiro, no CEU das Artes, e reuniu representantes de prefeituras da região. Na ocasião foram apresentados os membros da direção executiva do órgão técnico do Comitê de Bacias e apontados alguns projetos que estão em trâmite.

A reunião foi conduzida pelo presidente interino Roberto Gomes Rodrigues e ainda estavam presentes o presidente interino do Comitê de Bacias, Wendell Wanderley Rodrigues e a prefeita de Tatuí, Maria José Vieira de Camargo. Também presentes os prefeitos de Quadra (Luis Carlos Américo) e Capela do Alto (Keke Gonçalves) e outros representantes dos municípios que integram as Bacias do Baixo Sorocaba, que são Alambari, Capela do Alto, Quadra, Sarapuí, Cesário Lange, Tatuí, Jumirim e Laranjal Paulista.

BAIRROS RURAIS RECEBERÃO 25 FOSSAS SÉPTICAS BIODIGESTORAS

Terá início neste mês a construção de 25 fossas sépticas biodigestoras, pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, em cinco bairros rurais de Tatuí. Isso será feito por intermédio de um convênio, já firmado em 2 de abril de 2013, com o Fehidro – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, do Governo do Estado de São Paulo.

Essas 25 fossas serão distribuídas estrategicamente a fim de atender vários bairros rurais da cidade. No bairro Santuário serão 10 fossas, no água Branca 4 fossas, no Guarapó 6 fossas, no Campinho 3 fossas e no Enxovia 2 fossas.

A Prefeitura de Tatuí disponibilizará toda a parte operacional, equipamentos e técnicos, para acompanhar a execução das fossas e o Fehidro fornecerá todos os materiais para construção, ficando por conta do proprietário rural somente a ligação do banheiro até a entrada da fossa.

As fossas sépticas biodigestoras enquadram-se na linha de Proteção, Conservação e Recuperação dos Recursos Hídricos Superficiais e Subterrâneos. “O objetivo é atender os proprietários rurais em relação ao tratamento de esgoto doméstico, visando uma qualidade de vida mais saudável no meio rural, evitando a contaminação dos recursos hídricos e, por consequência, reduzindo problemas sanitários para a população”, explica o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Célio José Valdrighi. Ele ressalta que, atualmente, é importantíssimo políticas de saneamento e proteção ao meio ambiente, tornando-se indispensáveis projetos sustentáveis como o das fossas sépticas biodigestoras.