GESTÃO DO BOLSA FAMÍLIA PROMOVE AÇÕES PARA REDUZIR DESCUMPRIMENTOS DAS CONDICÕES DO PROGRAMA

A Prefeitura Municipal de Tatuí, por meio da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, através da Gestão do Programa Bolsa Família, realizou nos dias 13, 14, 15 e 16 de março reuniões descentralizadas em todas as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A ação tem o intuito de articular a rede de políticas intersetoriais e promover a integração dos setores que desenvolvem o Programa Bolsa Família.

Os encontros tiveram a participação dos profissionais da Saúde, Educação e Assistência Social. Foram apresentadas propostas de trabalhos e implantação de ações de gerenciamento dos dados dos beneficiários. O objetivo é reduzir os descumprimentos das condicionalidades do Programa Bolsa Família, como frequência escolar não informada e pessoas com perfil de saúde que não fazem o devido acompanhamento.

SECRETARIA DA SAÚDE PROMOVE MUTIRÃO DE PESAGEM AVALIAÇÃO DO BOLSA FAMÍLIA

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio da coordenadora do Programa Bolsa Família na Saúde, Lilian Miranda de Camargo, e da diretora da Atenção Básica, Marília dos Santos Bernardo, realizará no dia 11 de março, sábado, um mutirão para avaliação de saúde e pesagem dos beneficiários do programa Bolsa Família, em Tatuí. A ação acontecerá das 8h às 12h, em todos os Postos de Saúde das zonas urbana e rural.

Essa avaliação é obrigatória para todas as crianças, mulheres, gestantes ou nutrizes (lactantes) da família favorecida e tem o intuito de acompanhar os indicadores de saúde de cada um que recebe o benefício. é preciso levar, no dia do mutirão, um documento de cada integrante da família e, também, o cartão do benefício. Os participantes que não comparecerem para o acompanhamento terão o benefício suspenso.

O programa – As famílias atendidas pelo Bolsa Família recebem um benefício financeiro mensal e, em contrapartida, é necessário manter as crianças e adolescente de 6 a 17 anos na escola. Também é necessário realizar o acompanhamento de saúde das crianças menores de 7 anos, grávidas, mães que estão amamentando e mulheres na idade fértil.

O Programa Bolsa Família busca a integração com outras políticas públicas, com ações de capacitação profissional e de apoio à geração de trabalho e renda, de educação para jovens e adultos, de melhoria do acesso à moradia, dentre outras.

REUNIÃO PARA FORTALECER O ACOMPANHAMENTO DOS BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, através do órgão Gestor do Bolsa Família, promoveu na ultima sexta-feira (17), um encontro que visa o alinhamento do plano de trabalho do Cadúnico/Programa Bolsa Família.

A ação visa desenvolver a percepção da importância do trabalho em conjunto entre as diversas políticas públicas: Assistência Social, Saúde e Educação com o objetivo de reduzir o número de beneficiários do Programa Bolsa Família com frequência escolar não informada e pessoas com perfil saúde que não fazem o devido acompanhamento. E diante disso estabelecer estratégias de acompanhamento as famílias e fortalecer o trabalho implementando ações sociais específicas que impulsionem o cumprimento das condicionalidades e contribuam para reduzir grau de vulnerabilidade social das famílias.

O encontro reuniu todos os coordenadores dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), a coordenadora do Programa Bolsa Família na Educação – Andresa Ribeiro, e a coordenadora do Programa Bolsa Família na Saúde – Lilian Miranda de Camargo, além do Gestor Municipal de Politicas Públicas – Edmar Almeida Pereira, o Gestor do Cadúnico e Programa Bolsa Família – Cláudio Bertolacini Batista e o Secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social – Gétero Augusto de Campos.

Durante o evento, o Secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Gétero Augusto de Campos, falou sobre ações na gestão do programa e na qualificação das informações para melhor efetivação das políticas propostas pelo programa.

O Gestor Municipal do Progragam Bolsa Família, Cláudio Bertolacini Batista, salientou as condições previstas nos termos de adesão específico, promovendo ações de cooperação com os responsáveis pelo registro do acompanhamento das condicionalidades nas áreas de saúde, educação e assistência social, para garantir a coleta das informações de acordo com os calendários definidos.

Durante a reunião também foram abordados questões do referenciamento dos beneficiários aos Cras, que serão acompanhados com maior efetividade, juntamente com a equipe das secretarias de Educação e Saúde de cada território referenciado. “Essa somatória de forças não só beneficiará o usuário do serviço, como também melhorará as metas estabelecidas pelo governo em cada área, elevando o índice do IGD para o nosso Município”, disse o Gestor Municipal de Politicas Públicas, assistente social Edmar Almeida Pereira.