Audiência Pública Orçamento Participativo

Ajude a Prefeitura a saber quais são as suas prioridades.

PARA PARTICIPAR CLIQUE AQUI E ACESSE O FORMULáRIO do Orçamento Participativo, eleja as suas três prioridades para os próximos Orçamentos do Município. Assim, a sua ideia ou a sua proposta, poderá integrar as ações da administração, já a partir de 2018. Há espaço também para a sua sugestão. Participe. Ajude a construir uma Cidade melhor para todos.

SEBRAE REALIZA SEMINÁRIO SOBRE COMO CONSEGUIR CRÉDITO PARA EMPRESA

O Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí realizará no dia 22 de agosto, terça-feira, das 9h às 13h, o seminário “Dia do Crédito”, em parceria com a Prefeitura Municipal, a Associação Comercial e Empresarial, o Sindicato Rural e Patronal, a Fundação Manoel Guedes e o SEBRAE-SP. São 60 vagas gratuitas e as inscrições podem ser realizadas no Posto do Sebrae, que fica na rua XV de Novembro nº 491, 1º andar. A oficina irá acontecer no Sindicato Rural e Patronal de Tatuí, que fica na Rua Onze de Agosto nº 1375, no Centro.

O público alvo são os microempreendedores individuais (MEI), potenciais empreendedores e micro e pequenas empresas. O seminário orientará como conseguir crédito para a empresa, como utilizar corretamente esses créditos e os serviços financeiros disponíveis para as empresas. No programa do seminário, destacam-se: orientação para a correta utilização do crédito; disseminação dos serviços financeiros existentes destinados aos pequenos negócios e palestra “Faça do crédito um aliado e não uma armadilha”, seguida de rodadas de serviços financeiros com os empresários e instituições participantes.

Mais informações sobre a oficina e outras atividades do Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3305-4832.

SEBRAE REALIZA OFICINA SOBRE OS BENEFÍCIOS DA FORMALIZAÇÃO DO SEU NEGÓCIO

O Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí realizará no dia 30 de agosto, quarta-feira, das 9h às 12h, a oficina “Começar Bem – Formalização”. São 40 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no Posto do Sebrae, que fica na rua XV de Novembro nº 491, 1º andar. A oficina irá acontecer no auditório do Museu Histórico Paulo Setúbal, que fica na Praça Manoel Guedes nº 98, no Centro.

O público alvo são os potenciais empreendedores e os microempreendedores individuais (MEI’s). A oficina destacará os benefícios da formalização e mostrará o passo a passo para que o empresário legalize o seu negócio. No programa da oficina, destacam-se: vantagens e benefícios da formalização; riscos da informalidade; obrigações legais; passos para a formalização e plano de ação.

Mais informações sobre a oficina e as atividades do Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3305-4832.

SEBRAE MÓVEL ATENDERÁ EM TATUÍ NO DIA 30 DE AGOSTO

A unidade móvel do Sebrae irá atender potenciais empreendedores, microempreendedores individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas de Tatuí no dia 30 de agosto, quarta-feira, das 13h às 15h30. O Sebrae Móvel estará estacionado em frente ao Museu Histórico “Paulo Setúbal”, localizado na Praça Manoel Guedes nº 98, no Centro. Para ser atendido, basta agendar, previamente, horário no Posto do Sebrae de Tatuí, pelo telefone: (15) 3305-4832.

O Sebrae Móvel tem como objetivos: facilitar o acesso à informação e capacitação a empreendedores e realizar orientações técnicas.

REGIÃO METROPOLITANA DISCUTE EM TATUÍ RESÍDUOS SÓLIDOS E MATRIZ ENERGÉTICA

Tatuí recebeu na segunda-feira (31/07), a 10º reunião ordinária do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba. O evento aconteceu no Teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”. Com a presença dos prefeitos de Tatuí, Sorocaba, Itu, Piedade, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Jumirim, Sarapuí, Tietê, Pilar do Sul, Salto de Pirapora e São Miguel Arcanjo, além de representantes das cidades de Itapeva, Votorantim, Mairinque, Salto e São Roque e do Governo do Estado de São Paulo, destacando-se as Secretarias de Desenvolvimento Social, Fazenda, Habitação, Casa Civil, Saúde e Transportes;

A recepção ficou por conta da apresentação do maestro e pianista paraguaio Oscar Aldama, reconhecido internacionalmente como um dos principais instrumentistas sulamericanos da nova geração. Tatuí foi representada na reunião pela prefeita Maria José Vieira de Camargo, ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, juiz Marcelo Salmaso Nalesso, secretários municipais Juliana Rossetto Leomil Mantovani (Planejamento e Gestão Pública), Marco Luis Rezende (Obras e Infraestrutura), Célio José Valdrighi (Agricultura e Meio Ambiente), Renato Pereira de Camargo (Negócios Jurídicos), Walter dos Santos Júnior (Fazenda e Finanças), Marisa Mendes Fiuza Kodaira (Educação), Cassiano Sinisgalli (Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude), Gétero Augusto de Campos (Trabalho e Desenvolvimento Social) e José Roberto Xavier da Silva (Segurança Pública e Mobilidade Urbana).

A reunião, convocada para debater o tema “Aproveitamento Energético de Resíduos Sólidos”, contou com a apresentação do ex-prefeito de Osasco e atualmente assessor técnico da Emplasa (Empresa Paulista de Desenvolvimento Metropolitano), Humberto Parro, representando Edmur Mesquita, subsecretário de Assuntos Metropolitanos e de Antônio Celso de Abreu Júnior, subsecretário de Energias Renováveis, da Secretaria de Estado da Energia e Mineração. Parro pontuou a disposição do Governo do Estado de São Paulo em investir na exploração das bacias de gases do litoral paulista para a obtenção de autonomia energética com a perspectiva de nova utilização após a exaustão das reservas em alguns anos, apresentando um planejamento prévio para a interligação do gasoduto paulista à 66 produtores canavieiros do Estado, que poderiam produzir biocombustível a partir do processamento dos resíduos do seu processo industrial. “Nossa rede de gasodutos é pequena e o governo do Estado de São Paulo deve ampliá-la. Temos 19 mil quilômetros de gasodutos no Brasil todo, o que é pouco, frente aos 50 mil quilômetros da Argentina”. Esse projeto poderia garantir a produção de até 30% da demanda paulista por biocombustível, gerando uma alternativa para a substituição gradativa do diesel.

O subsecretário ainda pontuou os pontos para a política energética a ser desenvolvida de forma conjunta na região. “Sozinho um município pequeno não gera a demanda necessária para a implantação de uma tecnologia mais avançada; é preciso formar consórcios que podem dar uma solução coletiva ao resíduo, transformar o que é problema em dinheiro, mas para isso a região precisa seguir os eixos de, primeiro; não gerar, se gerar, reduzir, depois reutilizar, reciclar e só por fim tratar, considerando as possibilidades tecnológicas do tratamento mecânico, o bioquímico, ou térmico, com a instalação de unidades de recuperação energética, que é o que temos de mais avançado no mundo desde que o resíduo seja homogêneo”, destacou o especialista.

Técnicos da Emplasa ainda apresentaram os avanços conseguidos nas reuniões anteriores do Conselho da Reunião Metropolitana e a formação de grupos temáticos para a discussão dos problemas da região, bem como a elaboração de propostas que possam ser trabalhadas no âmbito da região de forma conjunta e consensual. Ouvir a sociedade e os municípios é uma das etapas para a composição do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) da Região Metropolitana de Sorocaba, que segundo o Prefeito de Itu, está adiantado. “Temos a parceria sadia das cidades da região, na compreensão de que estamos no caminho certo, junto com Sorocaba e os outros municípios, integrando o desenvolvimento das cidades que compõe a região metropolitana”.

A sociedade civil pode enviar sugestões ao Conselho de Desenvolvimento a partir do site do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de Sorocaba (https://www.pdui.sp.gov.br/sorocaba/).

A próxima reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba será no dia 18 de setembro em Itapetininga, tendo como tema principal as questões da saúde nos municípios da região.

SEBRAE REALIZA OFICINA SOBRE COMO ESTIPULAR PREÇO DE VENDA DE PRODUTOS E SERVIÇOS

O Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí realizará no dia 12 de julho, quarta-feira, das 18h às 22h, a oficina “Sei Formar Preço”, em parceria com a Prefeitura Municipal, a Associação Comercial e Empresarial, o Sindicato Rural e Patronal, a Fundação Manoel Guedes e o SEBRAE-SP. São 40 vagas gratuitas e as inscrições podem ser realizadas no Posto do Sebrae, que fica na rua XV de Novembro, 491, 1º andar. A oficina irá acontecer no Sindicato Rural e Patronal de Tatuí, que fica na Rua Onze de Agosto, 1375, no Centro.

O público alvo são os microempreendedores individuais (MEI). A oficina quer desmistificar os custos e gastos de uma empresa e ajudar o empresário a formar de maneira correta o preço de venda de produtos ou serviços. No programa da oficina, destacam-se: o que são gastos; importância da margem; formação de preço e ponto de equilíbrio operacional.

Mais informações sobre a oficina e outras atividades do Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3305-4832.

SEBRAE MÓVEL ATENDERÁ EM TATUÍ NO DIA 25 DE JULHO

A unidade móvel do Sebrae irá atender potenciais empreendedores, microempreendedores individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas de Tatuí no dia 25 de julho, terça-feira, das 13h às 15h30. O Sebrae Móvel estará estacionado em frente ao Museu Histórico Paulo Setúbal, localizado na Praça Manoel Guedes nº 98, no Centro. Para ser atendido, basta agendar, previamente, horário no Posto do Sebrae de Tatuí, pelo telefone: (15) 3305-4832.

O Sebrae Móvel tem como objetivos: facilitar o acesso à informação e capacitação a empreendedores e realizar orientações técnicas.

SEBRAE REALIZA OFICINA SOBRE OS BENEFÍCIOS DA FORMALIZAÇÃO DO SEU NEGÓCIO

O Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí realizará no dia 25 de julho, terça-feira, das 9h às 12h, a oficina “Começar Bem – Formalização”. São 40 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no Posto do Sebrae, que fica na rua XV de Novembro nº 491, 1º andar. A oficina irá acontecer no auditório do Museu Histórico Paulo Setúbal, que fica na Praça Manoel Guedes nº 98, no Centro. O público alvo são os potenciais empreendedores e os microempreendedores individuais (MEI’s). A oficina destacará os benefícios da formalização e mostrará o passo a passo para que o empresário legalize o seu negócio. No programa da oficina, destacam-se: vantagens e benefícios da formalização; riscos da informalidade; obrigações legais; passos para a formalização e plano de ação.

Mais informações sobre a oficina e as atividades do Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em Tatuí podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3305-4832.

ITESP VAI FAZER ANÁLISE PARA A REGULARIZAÇÃO DE NÚCLEOS HABITACIONAIS EM TATUÍ

Na segunda-feira (26), a prefeita Maria José Vieira de Camargo assinou no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, um Protocolo de Intenções com o ITESP (Instituto de Terras do Estado de São Paulo), para a elaboração de um diagnóstico fundiário, para que possamos ter as condições técnicas necessárias para regularizar núcleos urbanos e rurais no município.

A solenidade foi conduzida pelo governador Geraldo Alckmin. Ainda presentes, os secretários Samuel Moreira (Casa Civil) e Márcio Elias Rosa (Justiça e Defesa da Cidadania) e o presidente da Fundação ITESP, Marcos Pilla. De Tatuí, ainda presentes estiveram a secretária Juliana Rossetto Leomil Mantovani (Planejamento e Gestão Pública) e o secretário Célio José Valdrighi (Agricultura e Meio Ambiente).

“Para toda família, o maior bem é o título de propriedade da sua casa, do seu imóvel. Essa é uma prioridade social e habitacional da nossa administração. Tatuí tem hoje cerca de 15 núcleos para regularização. Vamos trabalhar bastante com o ITESP para regularizarmos estas áreas”, destacou a prefeita Maria José..

Convênio – O Programa de Regularização Fundiária Urbana é uma ação social do Governo do Estado, executado pelo Itesp. A ação visa identificar áreas passíveis de regularização e outorgar títulos de propriedade conforme a situação jurídica de cada área.

Além de segurança jurídica e pacificação social, a regularização fundiária leva desenvolvimento às áreas regularizadas, uma vez que os imóveis ingressam no mercado formal. As terras valorizam-se e podem ser oferecidas como garantia para acesso a crédito.

Em Tatuí, a Fundação ITESP fez pela última vez a regularização de áreas na gestão do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo. é o caso do bairro Nova Esperança, que surgiu ao lado da Vila Angélica (antiga rua dos Boiadeiros). Foram ali regularizados e entregues 127 títulos de propriedade. Outra região da cidade onde aconteceram regularizações foi na Vila Brasil, onde 36 títulos de propriedades foram entregues.

TATUÍ DISCUTE NA SECRETARIA DA HABITAÇÃO NOVO PROJETO HABITACIONAL DE CASAS POPULARES

Na segunda-feira (12), a prefeita Maria José Vieira de Camargo esteve em São Paulo, na Secretaria de Estado da Habitação, em audiência com o secretário Rodrigo Garcia. Com a prefeita, estavam o ex-prefeito e secretário de Governo Luiz Gonzaga Vieira de Camargo e a secretária Juliana Rossetto Leomil Mantovani, de Planejamento e Gestão Pública.

“Estamos tratando com o secretário de um novo projeto habitacional para Tatuí, de casas populares. é o início das tratativas, a reunião foi muito boa e em breve esperamos dar boas notícias ao nosso povo”, destacou a prefeita Maria José.

No mesmo dia e ainda na Secretaria de Estado da Habitação, a prefeita assinou o Aditamento do Convênio entre a Prefeitura e o programa Cidade Legal.

Criado o objetivo de implantar, agilizar e desburocratizar as ações e os processos de regularizações fundiárias de núcleos habitacionais, o programa Cidade Legal em um Convênio de Cooperação Técnica com o município, oferece orientação e apoio técnico às prefeituras para a regularização de parcelamentos do solo e de núcleos habitacionais, localizados em área urbana ou de expansão urbana.